Bispos não querem, mas

Os bispos do Rio Grande do Norte estiveram reunidos e tomaram uma decisão uma decisão conjunta: o padre que for candidato a qualquer cargo político nas eleições de outubro será suspenso do uso de ordem e afastado da paróquia de sua atuação. Tudo respaldado pelo Direito Canônico.

Pronto!

Padre Jocimar Dantas, de Jardim do Seridó, já está ciente. Ou a política ou a batina. E já decidiu: com a batina.

Massssssss…

Teimoso que só burro em beira de cerca o deputado estadual,

3 respostas

  1. Sheriff,

    O dito popular nos diz:”cada macaco no seu galho”… Lugar de Padre é na igreja e não na vida pública!

    Parabéns aos Bispos do RN! Se o Pe. Jocimar quer ser prefeito, por favor, deixe a batina definitivamente, pois seu destino é outro!!

    Vou escrever ao Cardeal Joseph Ratzinger, Papa Bento XVI a este respeito!!

    Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz,não tenha dúvidas, Deus é contigo e a Besta com

  2. Eu quero vê quando Micarla derrubar essa Aliança, como vai ficar a campanha de governo de
    2010,de uma coisa tenho certeza absoluta que os Alves
    vão atrás dela.Aonde o poder tá, eles estão atrás.

  3. Com todo o respeito pela opinião d’ “A Autoridade”, entendo que lugar de padre também pode ser no palanque, na câmara de vereadores, na assembléia legislativa, na câmara dos deputados, no senado federal e em outros lugares onde caiba um cidadão como outro qualquer – que é o caso de um padre. Aqui na Paraíba, por exemplo, temos o exemplo do padre-deputado federal Luis Couto, do PT, que dá conta, e bem dado, do recado a que se propôs. Fiquemos apenas com o exemplo desse partido pelo qual não tenho a menor simpatia. Aliás, simpatia mesmo não tenho por nenhum dos demais. Não é querendo desestimular o colaborador/leitor não, mas acho que o pessoal lá em Roma não vai dar muita bola para as cartas que enviará à cúpula da igreja católica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

Ninguém foi preso

No Brasil, o cartão de crédito registra juros criminosos, mais uma vez: 11,98% ao mês. Ninguém foi preso. No mínimo por crime de usura.

Leia Mais