O prefeito de Caicó (RN), Dr Tadeu, resolveu ignorar a ordem judicial proferida no processo 0104503-72.2016.8.20.0101 pelo juiz Luiz Antônio Tomaz do Nascimento de não demitir os funcionários do Hospital do Seridó, salvo quando realizado concurso público para as vagas.

No ano passado, tanto o Ministério Público quanto o Município de Caicó recorreram da decisão e não conseguiram reverte-la no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte.

O prefeito recém empossado parece que achou uma solução mais simples: fez de conta que a decisão não existe.

A pena para o prefeito que descumpre decisão judicial é de até 3 anos de prisão, perda do mandato e proibição de exercer cargo público por 5 anos (art. 1°, XIV, do Decreto-Lei 201/67)

Uma resposta

  1. Mal começou e já tá na hora de pegar o beco , vazar, se escafeder. Cabra ruim desse jeito , não irá fazer falta alguma. Será um alívio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *