Associações de militares estaduais denunciam governo do RN

O Governo do Estado entrou com uma ação no Tribunal de Justiça para tentar proibir o protesto marcado para o dia 7 de setembro e convocado pelas Associações Representativas de policiais e bombeiros militares.

Diante disso, as entidades emitiram a seguinte nota:

A ação judicial protocolada pelo Governo de Robinson Faria para tentar evitar o protesto marcado pelas associações militares para o dia 7 de setembro é mais uma prova do autoritarismo dessa gestão e significa também que o Executivo não irá pagar o décimo terceiro salário para os policiais e bombeiros militares. Afinal, se pagasse o benefício, que por lei deveria ter sido depositado no dia 20 de dezembro de 2017, o governo não precisaria ajuizar uma ação.

Diante da mais grave crise de segurança pública já vivenciada pela população do Rio Grande do Norte e com o autoritarismo impresso pelo governador do Estado, que não cumpriu o acordo firmado com as entidades de segurança, no início deste ano, os policiais e bombeiros militares reafirmam sua unidade de levar às ruas do Rio Grande do Norte nosso grito de protesto contra o descaso do atual Governo.

Estaremos ecoando não só a nossa lamentação, mas o grito de todos os cidadãos potiguares que sofrem com a irresponsabilidade dessa gestão.

Associações Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

fevereiro 2023
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728 
Categorias

Brasil sendo solidário a Síria

O Brasil enviou à Síria 44 mil unidades de medicamentos destinados à população desabrigada e atingida por conflitos na região. O Navio Fragata União da Marinha

Leia Mais