Arre égua: As seringas de Olho D’água do Borges (RN)

A prefeitura municipal de Olho D’Água do Borges (RN) publicou no Diário Oficial da FEMURN do dia 2 de julho uma ata de registro de preços para a compra de material hospitalar que tem gerado espanto. A publicação, destinada à aquisição de insumos para as unidades de saúde municipal, apresenta números que parecem desproporcionais para a realidade local.

De acordo com o documento, a prefeitura pretende adquirir 142 mil seringas descartáveis, 14 mil lâminas de bisturi e mil unidades de fio para intubação. Esses números chamam ainda mais atenção quando comparados à população do município, que é de 3.905 habitantes, segundo o censo de 2022 do IBGE.

Essa quantidade exorbitante de materiais hospitalares levanta questões sobre a real necessidade desses insumos para uma população tão pequena. A disparidade entre os números e a realidade local sugere uma gestão, no mínimo, questionável dos recursos públicos.

A população de Olho D’Água do Borges merece explicações claras sobre a justificativa para a compra de tamanha quantidade de materiais. Afinal, como justificar a aquisição de 142 mil seringas descartáveis para um município de menos de 4 mil habitantes? Essa situação é um claro exemplo de como a administração pública precisa ser transparente e responsável na gestão dos recursos.

Uma resposta

  1. Lembrando que tamos em ano político, cidade pequena do nordeste vcs sabem que nesse período querem arrumar dinheiro de tudo quanto é jeito, então vigiem até pq a metade do dinheiro é pra compra dos materiais e a outra é pra derramar na campanha. Só que o povo tá acordado denuncie não feche os olhos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias