Após pressão, Eduardo Cunha renuncia ao cargo presidente da Câmara

cunha

Após dois meses de afastamento do cargo, o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) renunciou ao cargo de presidente da Câmara dos Deputados. O anúncio foi feito pelo próprio parlamentar, em coletiva à imprensa na tarde desta quinta-feira (07). A notícia já era aguardada pelos aliados do peemedebista.

Depois da manobra de ontem, em que o parlamentar recebeu a ajuda do pastor Ronaldo Fonseca (Pros-DF) para melar a cassação no Conselho de Ética, os correligionários de Cunha aumentaram a pressão para que ele deixasse o cargo. “Resolvi ceder às pressões dos meus correligionários”, disse. Eduardo Cunha foi recebido no Congresso Nacional sob protestos e vaias de diversas pessoas.

2 respostas

  1. Já foi tarde agora tem que fugir do país pra não ser peso que deve ser o lugar dele. Ladrão finoooooo

  2. tchau tchau querido, vai tarde, mas só a renuncia da presidência não resolve o seus crimes. Tem que perder o mandado e responder a justiça. Fora Cunha!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Flávio Rocha não pára

As pretensões políticas do empresário Flávio Rocha estão cada vez mais claras. Com o apoio da classe produtiva e dos militantes de centro-direita, Rocha desponta

Leia Mais