Apenas Felipe Maia votou contra a prorrogação da CPMF

felipe-maia.bmpDos oito deputados da bancada potiguar na Câmara Federal, apenas Felipe Maia (na foto) votou contra a prorrogação da CPMF. Confirmando seu discurso e sua luta para acabar com o imposto.

Os Democratas são contra a CPMF. Na votação de ontem na Câmara Federal votaram a favor da proposta do governo Lula os deputados João Maia, Henrique Alves, Fábio Faria e Rogério Marinho, além das deputadas Fátima Bezerra e Sandra Rosado. O deputado Betinho Rosado não compareceu à sessão.

O Governo Federal deve arrecadar por ano com a CPMF cerca de 38 bilhões de reais. Muitos deputados falaram na imprensa que mesmo sendo da base aliada votariam contra, mas na hora “H

Respostas de 24

  1. A bancada federal do RN é uma vergonha! João Maia, que é representante do Seridó na câmara, está no partido mais fisiológico da camâra. Com certeza vai ganhar uns carguinhos e umas emendas nessa votação. Henrique e os demais bajuladores do planalto farão a mesma coisa. Parabéns Felipe! Não votei em você na eleição passada, mas o senhor acaba de ganhar um eleitor!

  2. Nada justifica a continuação da CPMF, mas uma coisa existe de muito nojenta nessa história toda, como por exemplo, a oposição, na época da criação de tal imposto foram responsáveis por tal criação, principalmente os DEMOCRATAS do partido DEM, antes PFL, apoiaram sem nenhuma recusa a CPMF. E agora vem com essa baboseira toda. Percebe-se de imediato qual o principalmente papel da oposição, que vem falando em oposição responsável, quer dizer, responsável por seus próprios interesses.
    Será que Felipe Maia realmente está pensando no povo?

  3. Muito bem Deputado,não vá fazer depois, que nem seu pai , que visitou uma frente de emergência em Parelhas com uma piteira de ouro entre os dedos.Dinarte Mariz, homem sensível , sertanejo, claro não gostou e lhe aplicou um corretivo na frente dos cassacos.

  4. Quem é filho de peixe, peixinho é. Taí um jovem honrando quem votou nele, seguindo o exemplo do Pai, Senador Zé Agripino.

  5. Qualquer político que seja, têm que procurar está em favor do povo. Foi o dever que Felipe Maia tinha que fazer. Os demais deputados do RN, que procurem se reciclar.

  6. Caro Robson, não são 38 milhões de reais e sim bilhões. A CPMF gera para o governo 104 milhões de reais por dia!!!!

  7. Meu caro Robson,
    Quando ligo a televisão e me deparo com aquela hipocrisia de senadores fazendo discursos contra a sessão secreta que inocentou o presidente do Senado, sinto náuseas porque me vem à lembrança as palavras de homens como Heráclito Fortes, Mão Santa, Tasso Jereissati, José Agripino, Arthur Virgílio e tantos outros saindo em defesa do voto secreto, maneira essa, que seria a melhor forma de preservar o representante do povo contra pressões de toda ordem. Agora, defendendo somente seus espúrios interesses, erguem a bandeira da moralidade, impostam a voz e bradam palavras de ordem como se fossem dos donos da verdade e a salvação da pátria.
    Todos são crápulas hipócritas desdenhando da capacidade de pensar do povo. Jogam para a platéia numa enfadonha encenação, acreditando na falta de memória da analfabeta população. Donos dos meios de comunicação, esses vermes continuarão chafurdando nos restos da nação, até que, o que sobrar da nossa incipiente democracia, caia novamente nas sujas mãos dessa direita retrógrada e nojenta.

  8. Parabéns ao deputado Felipe Maia, única que realmente honrou o voto, até porque ninguém merece pagar mais imposto neste país.

    honra assim os votos dos potiguares que assim como eu votou nele.

  9. Zé Buxim, e o PT que quando era oposição levantava a bandeira da ética e agora lutou desaverginhadamente pela absolvição de Renan Calheiros! Eu voto em quem tá tendo um mandato que honre o povo. E hoje quem tá fazendo isso são DEM e PSDB! Quando o PT voltar à oposição e for novamente aquele partido aguerrido eu posso voltar a votar no PT! Mas por enquanto nem pensar em votar nesse partido seboso!

  10. Muito bem, Suébster Neri,(oh! nomezinho chôco) faltou você fazer concordância correta, do adjetivo com a palavra única. Aí sim, ficava legal!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  11. Bacurauzinho hombre, pelo amor de Deus, o DEM e o PSDB cobrando transparência e querendo moralizar!!!!!Pode acreditar que é o fim dos tempos.

  12. Amigo Zé Buxim, o que foi que o BACURAUZINHO quis dizer com “DESAVIRGINHADAMENTE”? Tem cada uma que arrepia o Aurélio!

  13. Múltiplo de 7, foi um erro de digitação! Eu quis dizer: desavergonhadamente. Entendeu agora?

  14. Raimundinho, eu não quero ser defensor do PSDB mas… e o PT quando voltar para a oposição que moral terá para exigir ética?

  15. Bacurauzinho, vai tomar onde a galinha toma. Depois eu vou mandar chaprão vistoriar sua cloaca pra ver se tem ovo.KKKKKKKKKKKKKKK

  16. Não acredito que votar contra a aprovação da CPMF é votar a favor do povo. Dizer que é contra aprovação de tributos ou sua manutenção é acenar para o eleitorado, isso sim, oratória barata. Temos 90% de pobres… 0,38% sobre um salário mínimio dar aproximadamente R$ 1,20. Dos 90% quantos ganham um salário mínimo… Esta reclamação parte de quem “tem”, portanto, Felipe Maia fala em nome de quem?

  17. A grande realidade é que a tão apregoada e constitucional independência dos poderes não passa de falácia, infelizmente, a maioria dos membros dos poderes legislativos não passam de “moleques” de recado do poder executivo. Esses senhores passam o período eleitoral enganando os eleitores e, o período do mandato bajulando os poderosos.

  18. A solução do país não passa por siglas partidárias, lendo os tópicos do blog e a imprensa em geral, vemos como nossos políticos tratam as relações partidárias, de forma meramente mercantil. A grande solução para o país reside na moralização dos políticos, e isso amigos, são outros quinhentos. O discurso agora foi unificado, não existe diferenças entre partidos A, B, C, D e PT, agora são todos farinha do mesmo saco; com todo respeito a nossa gloriosa farinha que mata a fome de tantos brasileiros.

  19. Senhor, Polion, a CPMF é um imposto em cascata, e geralmente os empresários repassam esse custo para os produtos da população de baixa renda. A veja dessa semana mostra uma reportagem sobre os danos desse tributo sobre a economia.

  20. Caro Xerife, rapaz o clone que fez o comentário acima, botou prá rear. É de um estilo de redação tão apologético, que eu confesso não ter capacidade para a lavra de tão belo soneto político/anarquista. Porém, na essência eu não concordo quando parte para a agressão. Aí eu não assino em baixo.

  21. AMIGO ROBSON, CONTINUA A DEMAGOGIA COMO SEMPRE. ESSE FILHINHO DE PAPAI DA GALEGA DO ALECRIM (ZÉ AGRIPINO)NÃO VAI FAZER NADA, A NÃO SER VOTAR A FAVOR DA BURGUESIA. JAMAIS ACREDITO EM FILHO DE CASC

  22. Caros amigos; não vejo agressividade em minhas palavras, infelizmente, boa parte da classe política do nosso país, salvo raríssimas exceções, deixa margem para que sejamos incisivos em nossas críticas. Sabemos que estes votos, independente da classe social que o parlamentar represente não se trata de uma manifestação consciente na busca de aprimorar o parlamento e a democracia do país, e sim, seguindo orientações dos membros do poder executivo, ou seja, do presidente da república e/ou do governador ou governadora do seu estado, e o que entendo pior, na maioria das vezes se dá em troca de benesses, cargos políticos e favores! Assim sendo, caros amigos, não podemos ser complacentes com esse tipo de gente.
    Vale ressaltar, não tenho nenhuma pretensão política e jamais me candidatei ou me candidatarei a qualquer cargo político, como cidadão, entendo, tenho algo muito mais importante a fazer pelo meu país.

  23. Agnóstico, ainda temos como exemplo o PIS e a COFINS cumulativos como tributos em cascata e são danosos à economia, assim são a concorrência desleal e informalidade. Mas, acredito que a discussão deve se pautar nas DESPESAS PÚBLICAS, e não nas receitas tributárias. Por que o representante do DEM não discute DESPESAS PÚBLICAS? Por que os partidos políticos, todos, inclusive o DEM, vivem delas, todos estão no comanda de alguma administração pública se apropriando dos nossos recursos, o resto é retórica barata. É saudável politicamente dizer que é contra os tributos. Mas como fazer para pagar os programas da Seguridade Social? Saúde, assistência social e previdência para aqueles que nunca contribuiram financeiramente? Mas trabalharam muito. Matando esses infelizes? Dando emprego? Pergunte para quem tem filhos universitários a dificuldade em empregá-los. Imagine empregar uma nação analfabeta como a nossa. Não é porque sou uma “autarquia” desenvolvendo atividades do Estado: educação privada, plano de saúde, transporte particular, que irei desejar a morte daqueles que não estão de posse das ferramentas necessárias para o bem estar de sua família.

  24. Sr. Polion, o maior erro da classe média desse país foi ter se acomodado a pagar essas funções básicas do estado (saúde, educação, segurança). Pois era a classe média quem tinha o poder de pressão para melhorar a vida nessa zorra que é o brasil. Os pobres como não pagam impostos (em tese) acham que não têm direito de reclamar pelos serviços que são obrigações do estado. Esses impostos servem apenas para ir para o bolso dos famigerados assassinos de brasília, ou o senhor acha que matar é só dar um tiro ou uma facada?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias