Agentes federais só confirmaram identificação de alemão preso em Pipa depois de exames

alemao

O trabalho de Agentes da Polícia Federal é bem complexo e merece o reconhecimento da sociedade. Um bom exemplo está na prisão do alemão Detlef Jürgen Kreipl, decorador, 67 anos, na tarde de quinta-feira (18), na Praia de Pipa, Litoral Sul Potiguar. Foi necessário que um agente perito papiloscópico confirmasse a identidade do preso.

O alemão preso estava escondido no Brasil por vários anos, inclusive mudando de cidades e também sua aparência física. Nos últimos três meses, em razão de uma doença, ele perdeu 56 quilos, mudando muito sua aparência. Numa comparação fotográfica, poderia se dizer irreconhecível. Para ter ideia do trabalho dos agentes federais na identificação, foi necessário o trabalho de um perito papiloscópico para confirmar a identidade. Esse é apenas um exemplo da importância do trabalho de um agente da PF.

Enaltecer qualquer trabalho realizado pelos Agentes Federais é, sem dúvida, valorizar suas atribuições. O Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Rio Grande do Norte – SINPEF/RN trabalha na defesa e reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos agentes federais na PF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

junho 2022
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias