Acusação: incitar o crime

cadeia neles Acusação: incitar o crimeA senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente nacional do PT, e o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), são alvos de duas novas denúncias no Conselho de Ética do Senado, formalizadas nesta quinta-feira (8) pelo senador José Medeiros (Pode-MT).

Medeiros tomou como base pedir a abertura de processo disciplinar contra os senadores uma entrevista de Gleisi Hoffmann ao site Poder 360, em que a senadora afirmou que “vai ter que prender e matar gente”, para prender o ex-presidente Lula, julgado e condenado a 12 anos e um mês de prisão, em 24 de janeiro, pelo Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso envolvendo o Triplex do Guarujá.

Na denúncia contra Lindberg, Medeiros mencionou postagens do petista em redes sociais nas quais o líder do PT apoiou Gleisi Hoffmann, afirmando que a militância tem disposição para lutar nas ruas e defender a democracia.

“Dessa maneira, cometeu [cada denunciado] evidente abuso da imunidade parlamentar material, incidindo em quebra de decoro parlamentar, punível com a perda de mandato”, disse Medeiros nas duas denúncias.

A motivação das denúncias é a prática de incitação ao crime e de apologia ao crime por parte de Gleisi e Lindbergh, defendidos em nota do PT divulgada na última terça-feira (6), quando a sigla afirmou que a ameaça do senador de denunciar a dupla representaria uma “campanha de ódio e perseguição” contra o partido.

Uma resposta

  1. terroristas viciados com anarquia, para resolver essa festa insana, só INTERVENÇÃO MILITAR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Eles estão com Robinson Faria

O PSB vai integrar as coligações majoritária e proporcionais do PSD, juntamente com outros partidos aliados nas eleições deste ano no Rio Grande do Norte.

Leia Mais

Os números da cassação

As defesas de Michel Temer e Dilma Rousseff fazem contas. – 5 votos a 2 foi o placar da cassação do governador do Amazonas, com

Leia Mais