Açafrão com ômega 3 ajuda a reconstruir medula espinhal

Uma combinação de alimentos inusitada permitiu que animais de laboratório se recuperassem de danos neurológicos na medula espinhal, equivalentes a doenças debilitantes no ser humano.

Para isso, eles foram alimentados com uma dieta enriquecida com o popular ácido graxo ômega-3 e com curcumina, um composto encontrado no açafrão (ou cúrcuma).

Segundo os cientistas da Universidade da Califórnia de Los Angeles, o suplemento ajudou a reparar as células nervosas e manter a função neurológica depois de danos degenerativos na região do pescoço.

No ser humano, danos similares são causados pelo envelhecimento.

Com isso, os cientistas apontam mecanismos preventivos de combate à condição por mudanças na dieta, em vez de tratamentos farmacológicos ou cirúrgicos posteriores, que geralmente não alcançam os resultados esperados.

Açafrão com ômega-3

“O envelhecimento natural frequentemente estreita o canal espinhal, fazendo pressão sobre a medula espinhal e danificando os tecidos,” explica o Dr. Langston Holly, coordenador do estudo.

“Embora uma cirurgia possa aliviar a pressão e evitar danos maiores, a cirurgia não consegue reparar danos às células e às fibras nervosas. Nós queríamos ver se uma suplementação dietética poderia ajudar a medula espinhal a reconstruir-se a si própria,” completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Alvantu… anarriê…

Com seu par, segue o ‘parceiro’, na política do Rio Grande do Norte. Ainda é São João e São Pedro. Olha a quadrilha!

Leia Mais