A vez da caça: toureiro é chifrado. Foi foda, viu?

Hoje foi o dia da caça. O toureiro sevilhano Julio Aparicio, de 41 anos, foi chifrado no rosto quando participava do Festival de San Isidro, na arena de Las Ventas, em Madri.

O chifre de Opíparo entrou por baixo da mandíbula de Aparicio, pelo lado direito, quando ele se levantava após ter sofrido uma queda e saiu pela boca do espanhol, atravessando a língua. Ele sofreu fratura no maxilar superior.

O toureiro, um dos mais queridos da Espanha, foi operado e depois levado para uma unidade de tratamento intensivo. Aparicio se encontra em condição de saúde estável, porém grave, segundo médicos da capital espanhola.

4 respostas

  1. Nós lamentamos que tragédias como essa continuem a acontecer em pleno século XXI em função de espetáculos brutais promovidos com a finalidade de divertir plateias à custa do sofrimento e até sacrifício dos coitados animais que estão ali sem saber por que aquilo está acontecendo, eles que também são criaturas de Deus.

    Alguns hão de defender com argumentos do tipo “é uma tradição secular, não há como acabar” ou também movimentação financeira que acarreta, etc.

    Não se justifica, são criaturas de Deus que não merecem ser tratados dessa forma, assim como as lutas de gladiadores nas arenas da Roma antiga não existem mais.

    Abaixo as touradas, farras do boi, rodeios, vaquejadas e qualquer tipo de espetáculo que traga sofrimento e sacrifício aos animais.

  2. Apoiado em gênero, número e grau, Gilberto Medeiros. Eu particularmente nesses “esportes”, só torço pelos animais irracionais.

  3. Apenas vou parabenizar este camarada que postou um comentário tão pequeno em palavras, porém, cheio em verdades e conhecimento da razão humana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias