A venda dos Ativos da Petrobras no RN foi um grande negócio para o Estado

petro bom A venda dos Ativos da Petrobras no RN foi um grande negócio para o Estado

A venda dos Ativos da Petrobras no RN, poderá ser a oportunidade para a retomada da economia Potiguar. Essa é a verdade.

Além dos investimentos já realizados, empresas que adquiriram campos da Petrobras no RN também planejam mais aportes financeiros no setor. A 3R Petroleum, que adquiriu os ativos do polo Macau (RN), anunciou que planeja investir ao longo do ciclo de vida do conjunto de campos cerca de US$ 200 milhões, com uma janela de cinco anos para começar investimentos mais substanciais nessa área.

Em julho, também foram concluídos os repasses de campos na bacia Potiguar para outras companhias independentes: a Central Resources, que comprou os campos de Redonda e Ponta do Mel com transações envolvendo US$ 7,2 milhões, e a Ouro Preto Óleo e Gás, que adquiriu a totalidade das participações nos campos de Pescada, Arabaiana e Dentão, situados em águas rasas, por US$1,5 milhão.  Outras operadoras também integram esse rol de companhias que apostam na atividade no estado. É o caso da Phoenix,Imetame, Geopark, Sonangol, Partex e Ubuntu.

Toda essa série de investimentos indica o potencial existente nesse mercado, que foi deixado de lado pela Petrobras, ao implementar o plano de ação de desinvestimentos, conhecido como Programa de Revitalização das Atividades de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural em Áreas Terrestres (Reate 2020), e que abre um leque de possibilidades de novos negócios no Rio Grande do Norte e nos demais estados que têm atividades onshore.

2 respostas

  1. Que grande negócio FDP!!!!! FALE A VERDADE SEU……. TODO MUNDO SABE QUE FOI UMA GRANDE PERDA PRA O RN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Pena de morte em Caicó

Até Caicó já teve pena de morte. Segundo o historiador Câmara Cascudo e do segundo bispo do Seridó, dom José Adelino Dantas, foi registrado o

Leia Mais