A TIM se mexe pra superar crise

Deu em Valor Econômico

Em meio a suspensão de vendas de novos planos e serviços de celular em 18 Estados, além do Distrito Federal, a TIM tem uma carta na manga para tentar reverter a maré baixa na companhia.

Segundo o presidente da TIM Fiber — empresa criada pelo grupo para cuidar especificamente de banda larga—, Rogério Takayanagi, a operadora irá surpreender com a qualidade do serviço de internet residencial que chegará ao mercado de Rio de Janeiro e São Paulo, entre agosto e setembro.

“Estamos prontos há algum tempo, mas quisemos ter a certeza de que vamos entregar o melhor produto que há no mercado”, disse, com exclusividade ao Valor.

O executivo era diretor de marketing da TIM Brasil desde 2009, quando, no início do ano, foi convidado pelo ex-presidente da TIM Brasil, Luca Luciani, para tocar o plano de entrar no mercado de banda larga fixa.

A ideia é usar a rede comprada, em 2011, da AES Atimus, por R$ 1,5 bilhão, para oferecer banda larga fixa de alta velocidade.

A promessa é de que seja algo entre 5 megabites por segundo (Mbps) a 25 Mbps — superior à GVT, empresa tida como referência no mercado de banda larga residencial, com velocidades entre 10 Mbps e 15 Mbps.

O preço do pacote inicial deverá ser de R$ 109.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias