“A casa caiu”: CGU descobre contratos superfaturados da gestão Mandetta

A Controladoria Geral da União (CGU) encontrou compras sem estudos técnicos e contratos superfaturas da gestão de Luiz Henrique Mandetta no Ministério da Saúde. Contratos de saúde indígena apresentaram até 69% de superfaturamento, segundo o órgão de controle do governo. A informação é da revista Veja.

Segundo o veículo, foi constatado um quadro generalizado de compras sem estudos técnicos e com algum tipo direcionamento de licitação. Em apenas quatro editais que somam 25 milhões de reais, o órgão encontrou sobrepreço de 16,7 milhões — 69% de superfaturamento.

“As situações apontadas podem caracterizar direcionamentos e favorecimentos a algum participante, acarretando prejuízo à lisura do procedimento licitatório”, diz a CGU.

“Nesse sentido, os resultados da avaliação sobre o processo de aquisição pública indicaram que todas as Unidades Gestoras verificadas apresentaram deficiências no processo de planejamento e gestão contratual”, apontou o órgão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias