Juiz macho proíbe governos de fazerem festas: saúde é priorizada

O juiz federal José Eduardo de Melo Vilar Filho (foto), titular da 6ª Vara Federal, determinou adoção de medidas que solucionem, de forma definitiva, a problemática da fila de espera para as cirurgias ortopédicas de alta complexidade no Hospital Universitário Walter Cantídio e Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

Caso os pacientes não sejam atendidos dentro de um prazo final de 36 meses, o juiz deve estabelecer a proibição de festas e shows promovidos pela União, Estado do Ceará e Município de Fortaleza.

De acordo com o juiz, a sentença inicial prevê, no caso de descumprimento da determinação, multa diária no valor de R$ 10 mil à União, ao Estado do Ceará e ao Município de Fortaleza. Decorridos 20 dias de descumprimento, estabelece proibição de veiculação de propagandas institucionais, até a adequação da fila.

Caso o descumprimento permanecer por 30 dias, a partir daí, será proibida a realização de festas e show.

“A espera imposta aos pacientes não lhes permite uma vida digna e saudável, na medida em que aqueles enfermos encontram-se, no mais das vezes, incapacitados para o trabalho e para as atividades cotidianas”, defendeu o juiz.

Veja mais detalhes e íntegra de decisão clicando AQUI.
O blog comenta: esse é um juiz macho! Governadores e prefeitos vivem chorando e reclamando da falta de dinheiro. Mas, pra festa de rua não falta. Pode olhar aqui no Seridó como é a farra. É festa em cima de festa. A velha política do pão e circo. Vivem fazendo o povo de besta. Gostei Dr. juiz, parabéns! Eles reclamam que falta dinheiro pra educação, pra moradia, pra segurança, pra saúde e o escambal. Mas, pra festa não! Solta um peido, tome uma festa! É assim…

E tenho dito. E como diz Zé Ramalho no vídeo aí abaixo: Tô vendo tudo!!! Confira:

O Meus País – Zé Ramalho

6 respostas

  1. É… estamos vendo tudo, mas não ficamos calados, fezendo de conta que somos mudos!

  2. CADÊ OS TOGADOS???

    Incrível como não aparece ninguém togado de preto e, sob coerção, usa essa mesma força que emana da soberania do Estado e faz-se ser capaz de impor o respeito à norma legal imposta. Ou seja, no popular: “OBRIGA”!!! Parece que esse juiz é o primeiro…

  3. Como é fácil resolver o problema da saúde no Brasil! Menos Excelentíssimo, como seria bom se a solução fosse tão simplória assim! Porém, provavelmente lhes renderá alguma aparição na mídia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

julho 2022
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias