Dia: 26/05/2024

Exposição Agropecuária em Caicó (RN) foi um fracasso

A Exposição Agropecuária de Caicó (RN) deste ano foi marcada por decepção entre os expositores de animais, que sentiram que o evento priorizou mais as festividades públicas do que as oportunidades de negócios. Muitos expositores deixaram o local insatisfeitos e sem expectativas de retorno nos próximos anos.

Os expositores de animais, que esperavam engajar-se em negociações e promover seus produtos, criticaram a falta de foco no propósito original da exposição. “Exposição é exposição de animais. Festa é festa. Viemos aqui para negociar. Isso tem que mudar. Veio muita gente, mas para ver as festas, não os produtos”, reclamou um expositor frustrado.

Essa mudança de foco prejudicou o ambiente de negócios, com os expositores observando que os visitantes estavam mais interessados nas festividades do que em transações comerciais. A insatisfação foi generalizada, sugerindo que os organizadores precisam repensar o formato do evento para atender melhor às expectativas dos participantes e cumprir seu propósito econômico.

Cigarro pode ser taxado em 250% e bebidas alcoólicas em até 61%, estima Banco Mundial

Uma ferramenta desenvolvida pelo Banco Mundial traz a estimativa das alíquotas do Imposto Seletivo, o chamado “imposto do pecado”, que incidirá sobre itens considerados nocivos à saúde e ao ambiente.

Trata-se de um dos pontos de maior divergência na regulamentação da reforma tributária, que começará a ser analisada por um grupo de trabalho na Câmara dos Deputados.

O organismo internacional, que acompanha de perto a mudança nos tributos brasileiros e seus impactos distributivos, considerou uma taxa de 32,9% para os refrigerantes; 46,3% para cerveja e chope; 61,6% para outras bebidas alcoólicas; e 250% no caso dos cigarros.

Esses percentuais foram projetados pelo banco com base em informações repassadas pelo Ministério da Fazenda, mas não refletem as cobranças exatas do Seletivo, que têm particularidades conforme o produto, e só serão definidas futuramente, por meio de lei ordinária.

Em nota, a secretaria Extraordinária da Reforma Tributária afirma que repassou aos economistas do banco as alíquotas consideradas pela equipe de quantificação, as quais têm o objetivo de manter a carga tributária desses produtos. Os técnicos da Fazenda frisaram, porém, que se trata de “hipóteses de trabalho”.

O objetivo dos economistas do banco foi dar uma dimensão a essas cobranças e, assim, viabilizar simulações no âmbito do novo sistema tributário – que terá uma segunda guerra de lobbies no Congresso.

Tributaristas alertam que essa fase de regulamentação da reforma será ainda mais intricada e delicada do que o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), promulgado no ano passado.

Cada vírgula, das 360 páginas da lei complementar, poderá ter impacto na alíquota final do Imposto sobre Valor Agregado (o IVA, que unificará cinco tributos).

Por isso, a aposta do banco na criação da ferramenta, que foi batizada de Simulador de Imposto sobre Valor Agregado (SimVat, na sigla em inglês). A intenção do organismo é de que pesquisadores, parlamentares e contribuintes testem os efeitos de eventuais alterações na lei.

“Ao lançar o SimVat, o Banco Mundial enfatiza a importância de usar evidências concretas e sugestões baseadas em dados para inspirar o texto final da reforma”, diz Shireen Mahdi, economista principal da entidade para o Brasil.

A ferramenta mostra, por exemplo, que, caso não haja incidência de Seletivo sobre bebidas alcoólicas, refrigerantes e cigarros, a alíquota-padrão do novo IVA passaria de 26,5% para 28,1%.

A Fazenda tem destacado que o imposto do “pecado” não tem fins arrecadatórios, e sim regulatórios – de combater hábitos de consumo nocivos à saúde e ao ambiente.

No entanto, como uma das premissas da reforma é ser fiscalmente neutra, mantendo a carga tributária vigente, todo o sistema está inevitavelmente interligado. Logo, se a cobrança é reduzida em uma ponta, ela tem de aumentar em outra para compensar.

CNN Brasil

Eleições em Caicó (RN): Dadá poderá ser vice de Batata

A candidatura de oposição ao prefeito Dr. Tadeu em Caicó (RN), liderada pelo ex-prefeito Robson de Araújo, o Batata, tem gerado preocupações significativas para a campanha de reeleição do atual gestor. A movimentação política em torno do nome de Batata, indica um fortalecimento considerável da oposição.

Diante desse cenário, surgem especulações nos meios políticos locais de que o ex-prefeito e ex-deputado estadual Dadá Costa poderá se juntar à chapa de Batata como candidato a vice-prefeito. Esta possibilidade ganhou força especialmente após descontentamentos manifestados por uma ala da influente família Costa. Essa ala não concorda com a maneira individualista como Dr. Tadeu tem conduzido o sistema político associado a Vivaldo Costa, principal nome de apoio a Dr Tadeu.

A inclusão de Dadá Costa na chapa de Batata poderia “engrossar o caldo” e adicionar peso significativo à candidatura de oposição, oferecendo uma alternativa mais unida e forte contra Dr. Tadeu. A movimentação reflete a insatisfação crescente com a atual administração e sinaliza que a disputa eleitoral em Caicó será acirrada.

A aliança entre Batata e Dadá Costa, se confirmada, promete ser uma força competitiva capaz de redefinir o cenário político de Caicó, tornando a campanha ainda mais imprevisível.

Neto da Emater desiste de disputar a prefeitura de Portalegre (RN)

As notícias vindas da Serra de Portalegre (RN) indicam um cenário complicado para a oposição nas próximas eleições municipais. Manoel de Freitas Neto, conhecido como Neto da Emater, a principal liderança da oposição e pré-candidato a prefeito, comunicou aos seus aliados que não irá concorrer nas eleições deste ano.

Essa desistência deixou a oposição de Portalegre em busca urgente de um novo nome para enfrentar o prefeito José Augusto, cuja administração possui uma aprovação superior a 90%. A alta aprovação do atual prefeito, combinada com a falta de um candidato de oposição definido, coloca a reeleição de José Augusto em uma posição extremamente favorável.

Além da desistência de Neto da Emater, outras três pré-candidaturas a vereador também foram abandonadas, enfraquecendo ainda mais a base oposicionista. Em contraste, o grupo do prefeito José Augusto continua a crescer. O empresário Gardell é o mais recente apoio que se uniu ao prefeito, reforçando ainda mais sua já sólida posição política.

Ciro Gomes afirma que “polarização” será resolvida somente após saída de Lula da disputa eleitoral

Ciro Gomes, ex-candidato à presidência pelo PDT, argumenta que a polarização política no Brasil só será dissipada quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, deixar o cenário político. Em entrevista ao jornal O Globo, ele destacou que o embate entre direita e esquerda deixa o país em desvantagem e descreveu o evento do 1º de maio do PT como “vexaminoso”.

“Isso [polarização] aniquila o nosso país. Isso só se resolverá quando Lula sair do jogo. Teve o 1º de maio vexaminoso, e a turma de Lula fica dizendo que organizaram errado. Não foi isso. Eles quebraram a lógica de representatividade da sociedade civil pela cooptação. O povo foi embora. E sabe quem está falando para eles? A direita. Não na agenda real, mas na de costumes. A esquerda brasileira capitulou”, afirmou.

Sobre o desempenho de Carlos Lupi, ministro da Previdência pelo PDT no governo atual, Ciro expressou que, se não fosse ele, Lula teria escolhido qualquer outra pessoa e prejudicado o partido.

“Minha posição não é anti-PT. É anti modelo. Não condeno ninguém. Lupi está se esforçando como ministro. Não vejo problema em contribuir. Sou apaixonado pelo Brasil. Só sou um amante não correspondido”, comentou.

Ciro também compartilhou sua reação ao resultado das eleições de 2022, onde recebeu apenas 3% dos votos na disputa com Lula e Jair Bolsonaro. Ele descreveu o impacto como uma deslegitimação de seu direito de participar no sistema democrático brasileiro.

(mais…)

Moraes rejeita recurso de Bolsonaro para que decisão que o tornou inelegível seja analisada pelo STF

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), rejeitou o recurso do ex-presidente Jair Bolsonaro para que a decisão que o tornou inelegível seja analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro e o seu vice na chapa que disputou a presidência em 2022, Walter Braga Netto, foram condenados por abuso de poder político e econômico nas comemorações do Bicentenário da Independência.

Publicada neste domingo (26), a decisão de Moraes data da última sexta-feira (24). O ministro analisou um pedido dos advogados da chapa para que o caso fosse encaminhado ao STF, o chamado “recurso extraordinário”.

Esse tipo de recurso precisa passar por uma análise de admissibilidade no próprio tribunal onde houve a decisão questionada –no caso, o TSE– antes de seguir para a Supremo.

Moraes rejeitou o recurso por questões processuais: o pedido não atendeu aos requisitos previstos na lei para este tipo de recurso. Também apontou que não houve cerceamento do direito de defesa dos dois integrantes da chapa. Ele considerou ainda que a decisão da Corte Eleitoral não violou a Constituição.

(mais…)

Produtores de arroz do RS querem revisão das medidas adotadas por Lula

Os produtores de arroz do Rio Grande do Sul recorreram ao Ministério da Agricultura e pediram revisão das medidas adotadas pelo governo federal devido às enchentes no estado.

Na última sexta-feira (24), o presidente Lula (PT) liberou R$ 7,2 bilhões para a compra de arroz importado, com o objetivo de garantir o abastecimento em todo o país, que pode ser afetado em razão das cheias no estado gaúcho. O Rio Grande do Sul é responsável pela produção de 70% do arroz consumido no país.

Nesse sentido, entidades gaúchas do setor solicitaram o cancelamento do leilão de compra pública de arroz e a revisão da isenção do imposto de importação de alguns tipos do cereal.

“Solicitamos novamente a não intervenção do governo no mercado. Já explicamos ao governo que o que ocorre são problemas logísticos e de emissão de nota fiscal e não de oferta de arroz, pois o que houve foi um gargalo momentâneo”, disse o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, ao Broadcast Agro.

O chefe da entidade acredita que, em até 30 dias, o estado tenha condições para realizar normalmente o abastecimento de arroz. Com isso, segundo Velho, não há necessidade para a importação.

(mais…)

Gol e Azul vão compartilhar voos; veja o que muda para os passageiros

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram na semana passada um acordo de cooperação comercial, por meio do qual as empresas vão compartilhar voos no Brasil a partir do fim de junho. A medida incluirá apenas rotas domésticas exclusivas, ou seja, aquelas que são operadas por apenas uma das duas empresas.

Nesse tipo de parceria, chamada de “codeshare” (literalmente, “compartilhamento de código”), o consumidor compra uma passagem em uma empresa e, na hora do embarque, pode viajar no avião da outra.

O anúncio foi avaliado de forma positiva por analistas do mercado. Especialistas do Itaú BBA, por exemplo, avaliaram que o acordo, além de ter o potencial de reduzir custos operacionais por meio de sinergias, dispensa burocracia, uma vez que não precisa da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

(mais…)

O passado de traição de Dra Jânia em Alexandria (RN)

A pré-candidatura da Dra. Jânia Fernandes à prefeitura de Alexandria (RN) promete enfrentar obstáculos importantes, com seus opositores dispostos a explorar seu passado de traições à influente família Veras. As tensões históricas entre Dra. Jânia e a família Veras, que tem forte presença política no município, são vistas como um ponto vulnerável em sua campanha.

Os adversários políticos de Dra. Jânia devem utilizar essas antigas desavenças como estratégia para enfraquecer sua imagem e questionar sua lealdade e confiabilidade. A exploração dessas traições passadas pode ressoar com eleitores que ainda se lembram dos conflitos e desentendimentos que marcaram o relacionamento entre Dra. Jânia e a família Veras.

A campanha eleitoral em Alexandria se desenha como uma batalha não apenas de propostas e projetos, mas também de narrativas pessoais e históricas.

Pau dos Ferros (RN): Leonardo vai com tudo pra cima de Marianna

A candidatura à reeleição da prefeita Marianna Almeida em Pau dos Ferros (RN) enfrenta desafios importantes devido ao seu alinhamento com a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra. A gestão de Fátima Bezerra tem sido amplamente criticada e considerada um desastre por muitos, oferecendo um ponto de ataque para a oposição.

A oposição está apostando no ex-prefeito Leonardo Rêgo, que tem chances reais de vitória. Rêgo, com seu histórico de gestão e apoio popular, se apresenta como uma alternativa forte e viável para os eleitores insatisfeitos com a atual administração e o governo estadual.

Este cenário coloca Marianna Almeida em uma posição delicada, tendo que defender sua administração enquanto lida com as críticas associadas ao seu alinhamento político com Fátima. A campanha eleitoral promete ser intensa, com a oposição explorando o descontentamento com a gestão estadual como uma estratégia central para conquistar votos.

RN registra maior alta do país na arrecadação de ICMS sob combustíveis em 2023

Greve de caminhoneiros provoca fila para abastecimento de combustível em posto de gasolina no Rio de Janeiro.

No cenário tributário brasileiro, o ano de 2023 marcou uma significativa mudança na arrecadação estadual proveniente do ICMS sobre combustíveis. De acordo com dados do Ministério da Fazenda, o montante total arrecadado atingiu a marca de R$ 118,6 bilhões, representando 13,7% da receita tributária estadual.

No entanto, essa proporção é a menor desde 2020, evidenciando uma queda na participação da tributação sobre os itens em questão. A notícia é destaque no portal Poder 360.

Apesar disso, algumas unidades federativas apresentaram aumentos significativos na arrecadação, com destaque para o Rio Grande do Norte, que registrou uma alta de 18,6%, seguido por Mato Grosso do Sul (10,3%) e Paraná (5,8%).

Na comparação de 2023 com 2022, houve retração no recolhimento dos tributos em 21 unidades da Federação.

As maiores quedas foram nos seguintes Estados:

  • Maranhão – -43,4%;
  • Rondônia – -32,9%;
  • Pernambuco – -25,3%.

Já as maiores altas se deram em: 

  • Rio Grande do Norte – 18,6%;
  • Mato Grosso do Sul – 10,3%;
  • Paraná – 5,8%.

A pandemia desempenhou um papel crucial nesse cenário, com a redução da circulação de veículos devido ao isolamento social, o que naturalmente resultou em uma queda na arrecadação esperada. Excluindo os dados de 2020, a arrecadação de 2023 foi a menor desde 2010, representando 13,1% da receita tributária estadual. Essas informações, corrigidas pela inflação, ressaltam a dimensão do impacto da pandemia sobre a arrecadação de ICMS sobre combustíveis.

(mais…)

Número de casos de assédio moral e sexual no trabalho em 2023 supera a soma das denúncias de 2021 e 2022

As denúncias de assédio moral e sexual em 2023 foi maior que nos dois anos anteriores. Segundo o Ministério Público do Trabalho, no ano passado foram 15.127 casos contra 14.035 em 2021 e 2022 somados (8.188 em 2022 e 5.847 em 2021).

Os casos de assédio moral representam a maioria das denúncias de 2023, com 13.743 registros.

Veja os números:

O assédio no ambiente de trabalho é caracterizado como toda conduta abusiva e repetitiva que causa humilhação, constrangimento, discriminação e desrespeito a um trabalhador. A advogada especialista em compliance de gênero Mariana Covre explica que os casos não acontecem apenas entre níveis hierárquicos (chefe x subordinado), mas podem ocorrer também entre colegas de trabalho do mesmo nível.

A conscientização dos colabores em relação a qualquer conduta excessiva explica o aumento dos casos. “Na medida em que as organizações, sejam elas empresas ou órgãos públicos, passam a ser mais cobradas de treinar pessoas, capacitar suas lideranças, manter cartilhas informativas e canais de denúncias, mais as pessoas sabem reconhecer se estão ou não sendo assediadas e o que fazer, onde e como denunciar”, disse Mariana.

(mais…)

Lideranças prestigiam aniversário do prefeito de Caicó (RN)

O aniversário do prefeito de Caicó, Dr. Tadeu, foi marcado por um evento prestigiado por várias lideranças políticas locais e estaduais. A celebração de uma missa contou com a presença dos deputados Nelter Queiroz (estadual) e João Maia (federal), além do vice-prefeito Toinho Santiago, que será o anfitrião de uma festa comemorativa em homenagem ao prefeito.

Também participaram do evento o suplente de deputado estadual Vivaldo Costa, vereadores da base aliada e secretários municipais, reforçando o apoio político ao atual prefeito. A presença dessas figuras políticas de destaque alinha a importância de Dr. Tadeu no cenário político local e sua influência entre os aliados.

A celebração do aniversário do prefeito não só foi um momento de confraternização, mas também serviu para fortalecer os laços políticos e estratégicos entre os diversos líderes presentes, mostrando a coesão do grupo que apoia a gestão atual de Caicó.

Carlos Eduardo diz que Natal vai derrotar PT e acordão nas eleições

O pré-candidato à Prefeitura de Natal nas eleições municipais deste ano, Carlos Eduardo (PSD) disse em evento realizado ontem (25), que os eleitores irão “derrotar o PT e o acórdão” na disputa eleitoral.

No evento, que marcou a instalação do movimento de lideranças comunitárias do PSD, o pré-candidato criticou a pré-candidatura do PT, representada pela deputada federal Natália Bonavides, e o “acórdão”, configurado pelas alianças em torno da pré-candidatura do também deputado federal Paulinho Freire (União Brasil) – que recentemente recebeu apoio do atual prefeito da capital potiguar, Álvaro Dias (Repiublicanos), que anteriormente foi vice-prefeito de Carlos Eduardo.

Veja vídeo

DNIT: O limite da incompetência

Após 60 dias de espera, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) no Rio Grande do Norte revelou sua incapacidade ao lidar com a simples abertura de um desvio na BR-304. A demora na execução de uma tarefa relativamente básica expõe a falta de agilidade e competência do órgão sob a liderança de Getúlio Batista.

As críticas à atuação do DNIT no RN e, em particular, a Getúlio Batista, não são infundadas. A população e os usuários da BR-304 têm manifestado crescente insatisfação com a situação. A incapacidade de resolver problemas logísticos em tempo hábil é vista como um reflexo da incompetência administrativa do diretor do órgão.

Bispo cria duas comissões para estudar duas dioceses

O arcebispo de Natal, D. João Santos Cardoso, criou mais duas comissões para estudar a criação de duas novas dioceses, na área da Arquidiocese de Natal, cuja divisão territorial contraria toda a orientação do Vaticano. O monsenhor Vaquilmar Nogueira vai coordenar os trabalhos das comissões.

D. João está empenhado em realizar essa divisão, o quanto antes. A instalação da comissão será feita dia 8 de junho, na matriz de Santa Rita, em Santa Cruz.

TL

Eleições europeias devem ser marcadas por avanço da extrema direita

Os 27 países da União Europeia (UE) vão às urnas entre 6 e 9 de junho para eleger os seus representantes no Parlamento Europeu.

Mais de 330 milhões de europeus estão aptos a votar para escolher 720 legisladores nas eleições de 2024.

Uma das iniciativas políticas mais ambiciosas do mundo, a União Europeia tem sido criticada pela falta de representatividade e capacidade de influenciar mudanças.

E as eleições para o Parlamento, que acontecem a cada cinco anos, são a única forma de os cidadãos europeus influenciarem as decisões políticas do bloco.

O Parlamento é a única instituição diretamente eleita. Não tem tanto poder como a Comissão Europeia e os governos dos países-membros, mas decide sobre as leis propostas pela Comissão junto com os governos e pode rejeitar ou alterar as legislações.

E como é a única instituição da UE eleita pelos cidadãos, os seus pronunciamentos têm poder político.

Os resultados das eleições afetarão as políticas do bloco, que tem um mercado de 450 milhões de pessoas, para a próxima meia década. E interessam para o resto do mundo porque são um raro termômetro sobre o estado de espírito político da Europa.

Priscila Yazbek – CNN Brasil

“Vão trabalhar”, diz Anitta a deputados que aprovaram moção de repúdio

A cantora Anitta disse neste sábado (25.mai.2024) que os deputados que aprovaram a moção de repúdio contra ela, Madonna e Pabllo Vittar deveriam “trabalhar”.

A Comissão de Família da Câmara aprovou o ato na quarta-feira (22.mai.2024) por causa do show da artista norte-americana realizado em 4 de maio, no Rio de Janeiro. Anitta e Pabllo participaram do espetáculo.

“Se for pra resolver um negócio sério não têm esse tempo, para essa babaquice tem um tempo… Vão trabalhar, gente”, declarou Anitta em vídeo publicado em seu perfil no Instagram. Para ela, a comissão deveria usar o tempo para ajudar as famílias do Rio Grande do Sul.

A cantora também ironizou o ato. Disse que acordou “arrasada, desolada” e “sem chão” por causa da moção. “Como eu vou viver daqui em diante? Cadê o propósito da vida? acabou”, falou, em tom irônico.

Poder360

Eleições em Caicó (RN): Batata é uma ameaça real para à tentativa de reeleição de Dr Tadeu

Na última eleição municipal de Caicó (RN), a vitória do atual prefeito e candidato à reeleição Dr. Tadeu foi favorecida pela divisão de votos entre os candidatos Artur Maynard e Diego Vale, que retiraram votos do então candidato Robson de Araújo, o Batata. Caso esses votos tivessem se concentrado em Batata, é provável que Dr. Tadeu teria sido derrotado.

No entanto, o cenário político deste ano pode apresentar uma reviravolta significativa. As movimentações indicam que Dr. Tadeu poderá enfrentar uma oposição unificada, com Batata como candidato único. Se essa configuração se confirmar, a disputa eleitoral se tornará um confronto direto entre Dr. Tadeu, representando a situação, e Batata, representando a oposição.

A unidade da oposição em torno de Batata pode mudar completamente o quadro eleitoral, aumentando suas chances de vitória. Sem a fragmentação de votos que ocorreu na eleição passada, Batata teria uma base mais sólida de apoio para desafiar o atual prefeito. Basta somar os votos contrários a Tadeu na eleição passada de Batata e os demais candidatos que superam os que o atual gestor teve.

Confira o resultado da eleição 2020:

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias

Segura essa Fátima Bezerra!

A governadora Fátima Bezerra enfrenta séries dificuldades com seus antigos aliados, dirigentes sindicais, que anunciam greve geral de 48 horas nos dias 3 e 4

Leia Mais

TSE cassa propaganda do PR

Por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o Partido da República (PR) perdeu dois minutos e trinta segundos preciosos do tempo de propaganda partidária a

Leia Mais