Dia: 15 de janeiro de 2023

Lula deixa pobre “chique”

De uma coisa a classe considerada “pobre” não pode reclamar. Aquela que ganha pouco mais de um salário mínimo. Será obrigada a pagar Imposto de Renda. Pobre agora é “chique”.

Rogério Marinho deverá levar de 7 X 1

A disputa para a Presidência do Senado deverá ficar entre 3 nomes: Rogério Marinho, que tem apoio do Ex-Presidente Jair Bolsonaro; Eduardo Girão, que tem bancado brigar pela pauta que ele entende como censura nas Redes Sociais; e por último, o franco-favorito Rodrigo Pacheco.

É previsto um final eletrizante. Rogério Marinho deverá levar de 7 X 1. Tipo aquele jogo inesquecível do Brasil contra a Alemanha numa Copa do Mundo catastrófica.

Acusados de armar bomba perto do aeroporto de Brasília viram réus

A Justiça do Distrito Federal aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público (MP) contra três pessoas acusadas de planejar e armar uma bomba em um caminhão que transportava combustível perto do aeroporto internacional de Brasília. O caso ocorreu no dia 24 de dezembro.

O artefato foi desativado pelo esquadrão antibomba da Polícia Militar. Por causa da operação, uma das pistas de acesso ao aeroporto precisou ser fechada. O dispositivo tinha um acionador à distância, que, se ligado, poderia ter causado uma explosão.

À época, o delegado-geral da Polícia Civil do DF, Robson Cândido, afirmou que “se esse material adentrasse ao Aeroporto de Brasília, próximo a um avião com 200 pessoas, seria uma tragédia aqui dentro de Brasília, jamais vista, seria motivo de vários noticiários internacionais, mas nós conseguimos interceptar”.

Os réus vão responder pelo crime de explosão, quando se expõe “a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem, mediante explosão, arremesso ou simples colocação de engenho de dinamite ou de substância de efeitos análogos”. A pena é de 3 a 6 anos de prisão e multa. O Ministério Público considera que é preciso aumentar a pena em 1/3, já que o crime foi cometido tendo como alvo depósito de combustível.

Em relação às acusações de atos de terrorismo apontadas contra os réus, elas serão enviadas para a Justiça Federal, que é a instância competente para analisar se estão configurados crimes contra o Estado Democrático de Direito.

Segundo as investigações, ao menos um dos réus teria ligação com grupos que estavam acampados no quartel-general do Exército, em Brasília. Ele também teria confessado que tinha o “objetivo de atenção para o movimento a favor do atual presidente Jair Bolsonaro”, aponta as apurações.

SBT News

General do Exército disse a Dino que não iria prender manifestantes, diz jornal

O Exército não permitiu que a polícia prendesse manifestantes que estavam em frente ao quartel-general após a invasão e depredação das sedes dos Três Poderes no último domingo (8), em Brasília. Segundo o jornal The Washington Post, o Exército posicionou tanques e três linhas de soldados para impedir as detenções.

“Você não vai prender as pessoas aqui”, disse o general Júlio César de Arruda ao ministro da Justiça Flávio Dino, de acordo com duas pessoas que estavam presentes e conversaram com reportagem.

Na avaliação de autoridades do governo ouvidas pelo jornal norte-americano, isso permitiu que golpistas fossem alertados e escapassem —o acampamento em frente ao QG foi desmontado na segunda-feira (9).

A versão coincide com o que Ibaneis Rocha (MDB), governador afastado do Distrito Federal, disse em depoimento à Polícia Federal na sexta-feira (13), quando afirmou que “autoridades militares” impediram o desmonte do acampamento bolsonarista.

Há uma semana, apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inconformados com o resultado da eleição invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF (Supremo Tribunal Federal). A Corte determinou a prisão em flagrante de todos os manifestantes na Praça dos Três Poderes e no acampamento em frente ao QG do Exército. Mais de 1.300 pessoas continuam presas.

A PF ainda estuda celulares e material genético deixados na cena do crime para identificar e colher provas contra os invasores.

(mais…)

Coaf sai do Banco Central e vai para o Ministério da Fazenda

O governo Lula divulgou, nesta sexta-feira 13, a MP 1.158/23 que determina que o COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) responderá ao ministério da Fazenda, comandado por Fernando Haddad.

O órgão, responsável por prevenir e combater lavagem de dinheiro e corrupção, estava sob o comando do Banco Central.

Durante o governo Bolsonaro, o COAF, que era liderado pelo ministério da Economia, chegou a ser transferido para o ministério da Justiça, na época liderado pelo ex-juiz e senador eleito Sérgio Moro (União Brasil-PR). Mas, logo depois, se tornou vinculado ao Banco Central, para o qual respondia até então.

O atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad, tinha feito duras críticas à primeira mudança, argumentando que o Coaf não deveria ficar sob “as ordens de um político”, fazendo referência a Moro.

Com o anúncio de que seria feita a transferência da presidência do órgão, no governo Lula, Moro questionou, em redes sociais, “Qual seria o motivo técnico que levou o novo governo a transferir o COAF do Banco Central autônomo para o Ministério da Fazenda político?”.

Na quinta-feira 12, quando anunciou medidas de “recuperação fiscal”, Haddad confirmou que o órgão de inteligência ficaria sob o comando da Fazenda.

Revista Oeste

Prisão de Anderson Torres teve “comboio fake” para despistar imprensa

A prisão de Anderson Torres conta com um forte esquema de segurança e táticas que tornam cada movimentação sigilosa. Até mesmo um “comboio fake” da Polícia Federal (PF) saiu, nesse sábado (14/1), em disparada da Superintendência para despistar a imprensa. As viaturas foram para a Papuda e muitos jornalistas seguiram, mas o ex-secretário de Segurança Pública não estava sendo transportado.

Anderson Torres estava nos Estados Unidos quando soube do pedido de prisão contra ele. Nesse sábado (14/1), ele retornou ao Brasil em um voo vindo de Miami. O avião pousou em Brasília, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, por volta das 7h15, quando ele foi imediatamente detido.

De acordo com os advogados, Torres se entregou à Polícia Federal. As forças de segurança montaram um esquema especial para receber o ex-secretário. Ao desembarcar da aeronave, ele foi recebido por um delegado da PF, encaminhado ao hangar da corporação no Aeroporto de Brasília e deslocado à Superintendência.

No local, por volta das 8h30, o “comboio fake” assustou quem acompanhava o caso. Cinco viaturas da Polícia Federal saíram em disparada, seguidas por veículos de imprensa. A rota terminou no Complexo Penitenciário da Papuda, onde um outro grande esquema de segurança estava montado, com mais carros e agentes, em uma movimentação anormal para o dia a dia da penitenciária.

(mais…)

PL já dá inelegibilidade de Bolsonaro como certa e Michelle deve ser sua herdeira política

Em meio a todo desgaste envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), o comando da sigla que o abriga, já avalia como inevitável a decretação da inelegebilidade do ex-presidente, porém trabalha com a perspectiva de que a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro seja sua herdeira política.

Michelle, conforme apuração do site Metrópoles, já é filiada à sigla e trabalhou durante a campanha de reeleição principalmente com o público evangélico. A ideia do PL é ampliar o escopo de atuação da ex-primeira-dama, de maneira a prepará-la para eventualmente ser o nome do partido e do bolsonarismo na disputa pela Presidência em 2026.

Maduro menciona conversa com Lula e pede criação de bloco latino aliado à Rússia e China

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, sugeriu em discurso na Assembleia Nacional do país na quinta-feira (12) a formação de um “bloco político” de países latinos. Ele disse ter mencionado o tema em conversas com os presidentes de Argentina e Colômbia, Alberto Fernández e Gustavo Petro, e em telefonema com Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Eu estava conversando com o presidente Lula da Silva por telefone outro dia. Eu falei pessoalmente com Gustavo Petro e Alberto Fernández. Está chegando um momento novo, um momento especial, para juntar os esforços e caminhos do povo da América Latina e Caribe, para avançar na formação de um poderoso bloco de forças políticas”, disse.

Maduro disse ainda que o “bloco” deve “convidar o mundo à integração e construção de novos polos de poder”.

Neste momento, mencionou os presidentes de China e Rússia, Xi Jinping e Vladimir Putin — a quem chamou de “irmãos maiores”.

“Essa comunidade de destino partilhado, de que fala nosso irmão maior, presidente Xi Jinping. Ou aquele mundo multipolar e multicêntrico, de que fala nosso irmão maior, o presidente Vladimir Putin”, afirmou.

O presidente venezuelano encerrou o trecho dizendo que se posiciona à frente da “batalha pela construção desta força independente e soberana”.

(mais…)

Homens com pênis pequenos têm mais interesse por carros de luxo, diz estudo

Um levantamento realizado por três pesquisadores da Universidade de Londres achou uma certa “ligação” entre homens que demonstram maior interesse por carros esportivos com o tamanho do próprio pênis. De acordo com os estudiosos, a maioria dos britânicos ouvidos acredita que tem o órgão genital pequeno ou “abaixo da média”.

Para comprovarem uma tese já levantada anteriormente, pesquisadores londrinos realizaram um estudo para comprovar a possível ligação entre a atração por “carrões” e a insegurança quanto ao próprio membro. O levantamento analisou 200 homens com idade entre 18 e 74 anos através de um teste on-line.

Com uma abordagem que fez os entrevistados acreditarem que estavam avaliando o ambiente da internet, os pesquisadores usaram anúncios na web para fazê-los “entregar” o tamanho do próprio pênis.

Após essa primeira etapa — e considerando a estatura de 13 centímetros como a média peniana dos ingleses —, os avaliados foram divididos em dois grupos. No primeiro, se reuniram aqueles tinham uma média de 18 centímetros e, no outro, aqueles com cerca de 10 centímetros. Após isso, passaram a entender o interesse por carros esportivos dos entrevistados.

Ao final do estudo, os pesquisadores concluíram que os homens pertencentes ao grupo daqueles com órgão sexual abaixo da média tinham maior preferência por carros de luxo.

(mais…)

Pulando fora: “Lula sabe que não terá total apoio do União Brasil”, diz Soraya Thronicke

A senadora Soraya Thronicke, do União Brasil, afirmou em entrevista ao Poder360 que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi avisado de que não teria 100% dos votos de seu partido no Congresso.

Segundo ela, o presidente da sigla, Luciano Bivar, havia dito que não assegurava o apoio irrestrito da bancada mesmo com a presença negociada na Esplanada dos Ministérios lulista. O União Brasil tem duas pastas no governo: Turismo (com Daniela Carneiro) e Comunicações (com Juscelino Filho).

A senadora afirmou que cada proposta do Planalto enviada ao Congresso será avaliada separadamente pela bancada do partido e declarou que, pessoalmente, vai manter sua posição de “oposição responsável” ao atual governo.

“Nós [os congressistas do União Brasil] iremos verificar o que está de acordo com os nossos valores e com os nossos princípios e a partir disso deliberarmos, mas isso já foi avisado para o atual governo […]. Acho até mesmo bastante democrático do governo ter aceitado [o acordo para as nomeações dos ministérios] dentro dessas condições.“

Em 2 de janeiro, Bivar sugeriu que a adesão do partido, que também comporta em suas fileiras o ex-juiz e senador eleito Sergio Moro (União Brasil), ao governo Lula chegaria a “100%” ao longo da gestão. “Se o governo está bem-intencionado e quer fazer o melhor, o União Brasil vai estar junto”, declarou na ocasião.

Poder 360

Ives Gandra diz que minuta encontrada na casa de Torres não tem validade jurídica

O jurista Ives Gandra Martins diz não ver validade jurídica a minuta encontrada pela Polícia Federal (PF) na casa do ex-ministro da Justiça, Anderson Torres.

Em entrevista ao portal UOL, ele destacou que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não assinaria a resolução.

Ives Gandra afirmou ainda que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não assinaria o documento.

— O estado de defesa, como está escrito no papel, não teria a menor possibilidade de ser assinado pelo presidente e avalizado pelo Congresso Nacional — avaliou.

Segundo ele, o que foi encontrado na casa de Torres seria “apenas um papel”.

— Não é documento, é um papel que não tem nenhuma validade jurídica. Até porque é um papel que cuida de uma situação que é absurdamente impossível. (…) Se, por acaso, ele levasse isso ao presidente, o presidente não assinaria porque ninguém poderia indicar para assinar — reiterou.

Lula proíbe ministros de entrar com celular no gabinete presidencial

O presidente Lula tem proibido ministros e assessores de entrarem com o celular em seu gabinete, localizado no terceiro andar do Palácio do Planalto.

Segundo auxiliares presidenciais, ministros e assessores palacianos precisam deixar o aparelho na antessala antes de adentrar no gabinete de Lula para despachar.

Por conta da proibição, auxiliares que se reúnem com o presidente no gabinete do Planalto costumam levar impressos documentos que apresentarão a Lula.

Por conta da proibição, auxiliares que se reúnem com o presidente no gabinete do Planalto costumam levar impressos documentos que apresentarão a Lula.

Interlocutores dizem que, além de evitar gravações indesejadas, Lula veta celulares nesses encontros para evitar que seus auxiliares se distraiam. O presidente não tem celular próprio.

Diferente de Lula, Jair Bolsonaro costumava permitir que alguns de seus ministros e assessores mais próximos entrassem com o celular no gabinete presidencial.

Igor Gadelha – Metrópoles

Avião cai no Nepal e deixa ao menos 44 mortos

Pelo menos 44 pessoas morreram neste domingo (15) após um avião cair em Pokhara, no Nepal, disse um representante da autoridade de aviação do país. Este é o pior acidente aéreo do pequeno país do Himalaia em quase cinco anos.

Equipes de resgate continuam a vasculhar o local da encosta onde o avião da companhia aérea doméstica Yeti Airlines caiu. Ele havia saído da capital Katmandu.

“As operações de resgate estão em andamento. O tempo estava claro limpo”, afirmou Jagannath Niroula, porta-voz da autoridade de aviação civil do Nepal.

A televisão local mostrou uma coluna espessa fumaça preta saindo do local do acidente, enquanto equipes de resgate e multidões se reuniam em torno dos destroços da aeronave.

Havia 72 pessoas na aeronave bimotor ATR 72, operada pela Yeti, neste domingo, incluindo duas crianças e quatro tripulantes, informou o porta-voz da companhia aérea Sudarshan Bartaula.

A bordo havia cinco indianos, quatro russos, um irlandês, dois sul-coreanos, um australiano, um francês e um argentino a bordo, disse uma autoridade do aeroporto do Nepal.

Ministros da Fazenda e de Meio Ambiente representam o Brasil em Davos

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e do Meio Ambiente, Marina Silva, representam o governo brasileiro no Fórum Econômico Mundial. O evento acontece entre os dias 16 e 20 deste mês, em Davos (SUI). O evento deve repercutir os atos antidemocráticos do domingo (8) passado, em Brasília.

Em coletiva que precede o evento, o presidente do Fórum Econômico Mundial, Borge Brende, destacou que “apesar dos últimos acontecimentos terríveis em Brasília, teremos uma forte delegação ministerial brasileira”.

A equipe econômica confirmou que a delegação brasileira deixa o país no domingo (15). Na terça-feira (17), Haddad participa de uma agenda intensa de encontros bilaterais, além de um debate sobre o Brasil. Na quarta-feira (18), o ministro tem um encontro aberto a imprensa pela manhã e um debate sobre América Latina pela tarde.

Na agenda ambiental, um dos focos da edição deste ano, Marina Silva participa de dois debates, na quarta-feira (18) – sobre mudanças climáticas – e na quinta-feira (19), a respeito da Amazônia. 

CNN Brasil

Americanas desvaloriza R$ 8 bilhões em 2 dias

A Americanas recuperou parte do valor de mercado perdido quinta-feira (12), mas acumula uma desvalorização de R$ 7,98 bilhões nos últimos 2 dias. As ações da companhia subiram 15,81% nesta 6ª feira (13) na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo). Na véspera, caíram 77,3%.

Com a queda no valor de mercado, a empresa puxou para baixo as companhias de varejo listadas no mercado de ações brasileiro. Somadas, o grupo perdeu R$ 7,5 bilhões em valor de mercado. Passaram de R$ 86,87 bilhões em 10 de janeiro para R$ 79,34 bilhões nesta 6ª feira (13.jan.2023).

Destas empresas, só a Magazine Luiza registrou valorização significativa nos 2 dias, de R$ 2,67 bilhões. Outras 16 empresas perderam R$ 2,2 bilhões em valor de mercado.

Poder360

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias