Dia: 19 de outubro de 2018

Efeito Bolsonaro: Dólar tem terceira semana de queda e termina a sexta-feira em R$ 3,71

O dólar voltou a cair e terminou a sexta-feira (19/10) em baixa de 0,34%, a R$ 3,7151. A moeda norte-americana acumulou queda de 1,62% na semana, a terceira consecutiva de desvalorização, influenciada principalmente pelo cenário eleitoral.

No mês, a divisa cai 8,29%. Nesta sexta, além de monitorar os desdobramentos da campanha presidencial, a perda de fôlego do dólar ante outras moedas de mercados emergentes, como África do Sul, Argentina e Rússia, e de países desenvolvidos ajudou a retirar pressão no mercado de câmbio.

Após o estresse causado no final da tarde de quinta-feira (18/10), quando o dólar acelerou a alta em meio a rumores sobre o que deve acontecer com o comando do Banco Central em um eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), o dólar voltou nesta sexta na abertura dos negócios a cair abaixo de R$ 3,70. Na mínima do dia, bateu em R$ 3,6878. Operadores ressaltam que neste momento o dólar abaixo do patamar de R$ 3,70 é considerado “barato” e atrai compradores assim que chega nesse nível, seja importadores, fundos de investimento ou tesourarias.

(mais…)

Prefeito de Caicó consegue emendas com bancada federal

Encerrando a agenda administrativa em Brasília, o prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, e sua equipe tiveram uma série de contatos com a bancada federal do estado. Dentre os gabinetes visitados, estavam o da deputada federal Zenaide Maia e da senadora Fátima Bezerra.

Na audiência com a senadora eleita, Zenaide discutiu três emendas, cada uma no valor de R$ 500 mil, para financiamento da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar (MAC), calçamento e construção de um pórtico. Além desse R$ 1,5 milhão, Fátima também empenhará R$ 275 mil para essa última obra.

Aliados de Robinson Faria com Fátima Bezerra

Praticamente todos os aliados do governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria, que foi derrotado no primeiro turno das eleições, estão se aliando a senadora e candidata a governadora Fátima Bezerra que desprezou o atual gestor estadual acusando-o de péssimo administrador que não tinha compromisso com a segurança e atrasava os salários dos servidores.

Eleitor não está preocupado com ausência de Bolsonaro nos debates

Segundo revelam as pesquisas, o eleitor de Bolsonaro não está preocupado com a participação do seu candidato em debate com o opositor Haddad.

A definição do seu voto é tido como certo e um debate às vésperas da eleição não modificará a disposição de votar no Capitão.

Bancos farão mutirão para acelerar pagamento de planos econômicos

Os bancos farão, a partir de segunda-feira, um mutirão presencial para pagar poupadores que têm direito ao ressarcimento das perdas com os planos Bresser, Verão e Collor 2. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

MP Eleitoral orienta partidos no RN

O Ministério Público Eleitoral repassou aos representantes do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Social Liberal (PSL) orientações quanto ao segundo turno das eleições no Rio Grande do Norte. O objetivo é reforçar a mensagem de que o sistema de votação é plenamente confiável e também prevenir casos de violência, de fraudes e mesmo buscar formas para que tudo transcorra da maneira mais tranquila possível no dia 28.

Prefeito de Jucurutu declara apoio a Carlos Eduardo

O prefeito de Jucurutu Valdir Medeiros (Solidariedade – na foto com Álvaro Dias) participou hoje, sexta feira(19), em Natal, da reunião com mais de 500 lideranças de todos os municípios do Rio Grande do Norte que vieram apoiar a candidatura ao governo do Estado de Carlos Eduardo (PDT).

Valdir foi responsável pela derrota do candidato do deputado estadual Nelter Queiroz, na eleição passada, para prefeito do município. Quebrou um tabu que muitos não acreditavam. Hoje exerce uma forte liderança no município.

Município de Caicó receberá recursos federais para Festa de Sant’Ana

O prefeito de Caicó, Marcos José de Araújo, também conseguiu empenhar recursos para a Festa de Sant’Ana. Por intermédio do empresário caicoense Artur Maynard, Marcos e sua equipe foram recebidos pelo deputado federal Rafael Motta.

O parlamentar potiguar assegurou o empenho para destinação de emenda aos festejos da padroeira de Caicó, em 2019.  A Festa de Santana é considerada o maior evento sócio religioso do estado, e é a primeira manifestação potiguar a entrar para a lista de Patrimônio Imaterial do Brasil, vinculado ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Ipueira: deixou cortar a energia, prefeito?

A COSERN cortou o fornecimento de energia do Matadouro Público e do Ginásio de Futebol de Ipueira (RN) por falta de pagamento por parte da prefeitura municipal.

Como é que pode, prefeito?

 

Bernardo Amorim declara apoio a Carlos Eduardo

O médico e deputado estadual eleito Bernardo Amorim (Avante) passou a apoiar a candidatura de Carlos Eduardo Alves (PDT) para o governo do Estado. Com forte atuação política no Médio Oeste potiguar ele obteve 42.049 votos.

Prefeitura de Rafael Fernandes deveria ser penalizada

A Secretaria de Assistência Social e a Prefeitura Municipal de Rafael Fernandes deveriam ser responsabilizadas pela ‘BIZARRA” Gincana realizada na cidade com a tal ‘prova de cachaça‘ (apologia ao alcoolismo…?) que culminou com quatro pessoas internadas  no Hospital Regional de Pau dos Ferros todas elas com sintomas de ‘coma alcoólico‘. Leia em nota mais abaixo.

Prefeitura de Rafael Fernandes faz gincana com cachaça e quatro vão parar no hospital

Quatro pessoas deram entrada na noite de ontem (18) no Hospital Regional de Pau dos Ferros com sintomas de coma alcoólico na cidade de Rafael Fernandes, no Alto Oeste potiguar.

Lá eles participaram de uma gincana organizada pela prefeitura da cidade para comemorar os 55 anos de emancipação política do município em que uma das provas o vencedor que bebesse mais cachaça ganharia um prêmio em dinheiro.

Nas redes sociais, fotos das pessoas que passaram mal com a ingestão exagerada de bebida alcoólica na prova foram divulgadas quando estavam sendo atendidas no hospital.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesap), o Hospital de Pau dos Ferros recebeu quatro pacientes provenientes do evento na cidade de Rafael Fernandes. Dos quatro pacientes, um recebeu alta ontem mesmo, outro está em observação, e dois encontram-se na UTI.

Portal NoAR

TSE adia para domingo anúncio de medidas contra notícias falsas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) adiou para domingo (21), às 14h, a entrevista coletiva marcada para esta tarde para anunciar medidas de combate à disseminação de notícias falsas (fake news) nas redes sociais. A entrevista foi adiada por causa de  incompatibilidades nas agendas dos participantes.

A coletiva foi anunciada ontem (18) após o TSE receber cobranças sobre as medidas efetivas para impedir candidatos e partidos de compartilhar conteúdo falso durante a campanha eleitoral.

Nesta quinta-feira (18), a coligação que sustenta a candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República e o PSOL entraram com pedidos no TSE para que a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) seja investigada em razão das suspeitas de uso de sistemas de envio de mensagens em massa na plataforma WhatsApp custeados por empresas de apoiadores do candidato.

(mais…)

Carlos Eduardo faz convocação na reta final:” Começamos atrás, empatamos e quem empata, vai virar”

Mais de 500 lideranças dos 167 municípios do Rio Grande do Norte superlotaram o auditório de um hotel em Ponta Negra (Natal) em clima de entusiasmo para garantir empenho para a vitória do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) para governador. Empolgado, Carlos Eduardo agradeceu apoios e garantiu: “Começamos a campanha atrás, fomos ao segundo turno, empatamos na pesquisa e quem empata, já virou e vai vencer a eleição”.

Carlos Eduardo se referiu à pesquisa encomendada pela Rede Record de Televisão e realizada esta semana (17 e 18/10) que aponta empate técnico na eleição para o Governo do Rio Grande do Norte. A senadora Fátima Bezerra (PT) tem 47% na consulta estimulada e Carlos Eduardo(PDT) chegou a 45%. Indecisos somam 3 % e nenhum 5 %.

Nos votos válidos, Fátima ficou com 51% e Carlos Eduardo atingiu 49%. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos. A pesquisa ouviu 1.500 pessoas e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob número Número de Registro: RN-00854/2018 / BR-07462/2018.

“Vamos atrás de cada voto, de manhã, de tarde, de noite, de madrugada, vocês são combatentes nessa luta para resgatar o Rio Grande do Norte do caos instalado com a participação decisiva do PT. Precisamos de um governador em sintonia com o Presidente Jair Bolsonaro e o ciclo do PT acabou. Vamos despachar o PT que quase acaba o Brasil, também do Rio Grande do Norte”, afirmou o candidato do PDT.

Estavam presentes o candidato a vice-governador, Kadu Ciarlini (PP), deputados reeleitos ( Walter Alves (federal), Tomba Farias, Hermano Morais), o prefeito de Natal Álvaro Dias, prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e líderes de todas as regiões.

Nesta sexta-feira, Carlos Eduardo recebeu novos apoios: do PRB, do PTC, do prefeito de Jucurutu, Valdir Medeiros, o Liso (Solidariedade), do vereador Odair Diniz, candidato a deputado federal mais votado de Caicó e da prefeita de Serrinha dos Pintos, Rosânia Ferreira, de Carnaúba dos Dantas, Gilson Dantas, de São Miguel do Gostoso, Renato de Souza (Doquinha) e Touros, Assis Andrade (Assis do Hospital).

Estadão: o PT decidiu fazer campanha para deslegitimar a eventual vitória de Bolsonaro

Consciente de que será muito difícil reverter a vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência da República, o PT decidiu partir para seu “plano B”: fazer campanha para deslegitimar a eventual vitória do oponente, qualificando-a como fraudulenta. É uma especialidade lulopetista.

A ofensiva da tigrada está assentada na acusação segundo a qual a candidatura de Bolsonaro está sendo impulsionada nas redes sociais por organizações que atuam no “subterrâneo da internet”, segundo denúncia feita anteontem na tribuna do Senado pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, que lançou o seu J’accuse de fancaria.

“Eu acuso o senhor (Bolsonaro) de patrocinar fraude nas eleições brasileiras. O senhor é responsável por fraudar esse processo eleitoral manipulando e produzindo mentiras veiculadas no submundo da internet através de esquemas de WhatsApp pagos de fora deste país”, afirmou Gleisi, que acrescentou: “O senhor está recebendo recursos ilegais, patrocínio estrangeiro ilegal, e terá que responder por isso. (…) Quer ser presidente do Brasil através desse tipo de prática, senhor deputado Jair Bolsonaro?”

Como tudo o que vem do PT, nada disso é casual. A narrativa da “fraude eleitoral” se junta ao esforço petista para que o partido se apresente ao eleitorado – e, mais do que isso, à História – como o único que defendeu a democracia e resistiu à escalada autoritária supostamente representada pela possível eleição de Bolsonaro.

Esse “plano B” foi lançado a partir do momento em que ficou claro que a patranha lulopetista da tal “frente democrática” contra Bolsonaro não enganou ninguém. Afinal, como é que uma frente política pode ser democrática tendo à testa o PT, partido que pretendia eternizar-se no poder por meio da corrupção e da demagogia? Como é que os petistas imaginavam ser possível atrair apoio de outros partidos uma vez que o PT jamais aceitou alianças nas quais Lula da Silva não ditasse os termos, submetendo os parceiros às pretensões hegemônicas do demiurgo que hoje cumpre pena em Curitiba por corrupção?

Assim, a própria ideia de formação de uma “frente democrática” é, em si, uma farsa lulopetista, destinada a dar ao partido a imagem de vanguarda da luta pela liberdade contra a “ditadura” – nada mais, nada menos – de Jair Bolsonaro. Tudo isso para tentar fazer os eleitores esquecerem que o PT foi o principal responsável pela brutal crise política, econômica e moral que o País ora atravessa – e da qual, nunca é demais dizer, a candidatura Bolsonaro é um dos frutos. Como os eleitores não esqueceram, conforme atestam as pesquisas de intenção de voto que expressam o profundo antipetismo por trás do apoio a Bolsonaro, o PT deflagrou as denúncias de fraude contra o adversário.

O preposto de Lula da Silva na campanha, o candidato Fernando Haddad, chegou até mesmo a mencionar a hipótese de “impugnação” da chapa de Bolsonaro por, segundo ele, promover “essa campanha de difamação tentando fraudar a eleição”.

(mais…)

Servidores são capacitados pela Escola de Governo em Caicó

Em Caicó, mais uma capacitação ofertada pela Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN) foi concluída. Participaram do curso de Planejamento Estratégico Governamental 24 servidores públicos do Rio Grande do Norte. O objetivo foi apresentar o planejamento estratégico como uma ferramenta associada à gestão para o enfrentamento de problemas públicos complexos e alcance de objetivos estabelecidos pela agenda governamental.

A capacitação, realizada entre os dias 16 e 18 de outubro, na sede da IV Unidade Regional de Saúde Pública, foi a primeira a contar com instrução de servidores públicos cadastrados no Banco de Talentos do Estado. O responsável por ministrar as aulas foi Américo Maia, coordenador de Planejamento, Acompanhamento e Controle da Secretaria Estadual do Planejamento e das Finanças.

Albert Dickson e Carla Dickson com Bolsonaro

Os diretórios estadual e municipal do PROS, representados, respectivamente, pelo deputado Albert Dickson e pela vereadora Carla Dickson, emitiram nota para orientar seus filiados que quiserem apoiar candidatos no segundo turno das eleições.

Na nota, os líderes do PROS pedem que seus apoiadores sigam candidatos que defendam os princípios em favor da família cristã. Confira a nota:

Em relação ao segundo turno das eleições, os dirigentes do PROS/RN, orientaram seus filiados e apoiadores a seguirem os candidatos que defendam os princípios em favor da família e que sejam contra as ideologias que desfavoreçam os valores cristãos.

Assim sendo… BOLSONARO!

MP Eleitoral orienta partidos sobre cuidados a serem adotados neste segundo turno no RN

O Ministério Público Eleitoral repassou aos representantes do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Social Liberal (PSL) orientações quanto ao segundo turno das eleições no Rio Grande do Norte. O objetivo é reforçar a mensagem de que o sistema de votação é plenamente confiável e também prevenir casos de violência, de fraudes e mesmo buscar formas para que tudo transcorra da maneira mais tranquila possível no dia 28.

Os três partidos possuem candidatos à Presidência (PT e PSL) ou ao Governo do Estado (PDT e PT) e seus representantes se reuniram com a procuradora regional eleitoral, Cibele Benevides, entre a quinta-feira, dia 11, e esta sexta-feira, 19. No primeiro dos encontros, com o PSL, também participou o procurador eleitoral auxiliar Kleber Martins.

Nas reuniões, os integrantes do MP Eleitoral reforçaram a segurança do sistema de votação que é utilizado pela Justiça Eleitoral brasileira e pediram que os partidos se esforcem no sentido de evitar aumentar ainda mais o clima de hostilidade entre seus militantes ou eleitores.

Também foram dados alertas quanto a ilegalidades repetidas por alguns candidatos e cabos eleitorais no dia 7 de outubro – quando da votação do primeiro turno – como a compra de votos, transporte ilegal de eleitores e o derramamento de santinhos próximo aos locais de votação, o chamado “Voo Noturno”.

Os procuradores se colocaram à disposição para receber denúncias de possíveis irregularidades que os fiscais de cada legenda observem, tanto durante a campanha, quanto especificamente no dia 28, e garantiram que o MP estará atento para assegurar o bom andamento da “festa da democracia”.

Styenson Valentim foi ‘macho’

É preciso reconhecer que o senador-eleitor pelo Rio Grande do Norte Capitão Styenson Valentim honrou sua palavra quando disse no primeiro turno que não procuraria nenhum político do Estado para fazer campanha. Cumpriu.

Repete agora no segundo turno o gesto que fez no primeiro. Embora sendo assediado pelos candidato ao governo do Estado nas eleições do segundo turno manteve idêntico posicionamento.

Projeto de Lei de Fábio Faria tipifica bullying como crime

Hoje, 19 de outubro, é o Dia Mundial de Combate ao Bullying. A data é um alerta para um problema enfrentado por muitas crianças e jovens. Segundo a UNICEF, uma em cada três crianças do mundo, entre os 13 e os 15 anos, é vítima de bullying na escola regularmente.

O deputado federal Fábio Faria (PSD RN), autor do Projeto de Lei 1.011 que tipifica o “bullying” como crime, com previsão no Código Penal, destacou a importância de se enfrentar esse problema de frente.

“A prática de intimidação conhecida como Bullying é um desafio para educadores de todo o mundo. Mas apesar da gravidade do problema, a legislação brasileira não tratava essa prática como crime. Para preencher essa lacuna legislativa, apresentamos o Projeto de Lei 1.011/11 que inclui a prática de intimidação no Código Penal, para punir agressores. O que se busca é a prevenção e combate mais efetivo para uma mudança nesse comportamento hostil”, explica o deputado.

A proposta de Faria visa inserir, mediante inclusão dos art. 136-A, 136-B e 136- C, o tipo penal “intimidação vexatória” (bullying) no rol dos crimes contra a honra, com punições progressivas de acordo com o caso.

Atualmente o projeto 1011/11 está na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), onde já recebeu parecer favorável para aprovação.

Carlos Eduardo Alves pagou mais de R$ 100 mil a empresas investigadas na Lava Jato

A campanha de Carlos Eduardo Alves (PDT) ao Governo do Rio Grande do Norte pagou mais de R$ 100 mil a duas empresas cujos titulares foram apontados pelo Ministério Público Federal, na operação Manus, desdobramento da Lava Jato, como recebedores finais de recursos de origem supostamente ilícita durante a campanha de Henrique Eduardo Alves (MDB), primo de Carlos Eduardo, a governador em 2014.

De acordo com a prestação de contas parcial apresentada à Justiça Eleitoral, Carlos Eduardo contratou as empresas de George Wilde Silva de Oliveira e Alexsandro Guilherme de Souza em dois contratos que totalizam R$ 105 mil. O dinheiro saiu do caixa geral da campanha, que já arrecadou até agora quase R$ 3 milhões, dos quais R$ 2,1 milhões são recursos públicos.

George Wilde e Alexsandro Guilherme foram citados pelo Ministério Público em denúncia apresentada à Justiça contra Henrique Alves e outros cinco acusados no âmbito da operação Manus, que apura se a campanha do emedebista recebeu propina de empreiteiras em troca de vantagens indevidas e “lavou” esses recursos por meio de contratos supostamente fraudulentos.

AgoraRN

Não votar na senadora Fátima Bezerra e Haddad do PT é um dever de quem ama o RN, diz Rogério

O segundo turno é um plebiscito: ou se vota em quem acredita, ou pela rejeição a um projeto. O pior pecado é a omissão. É evidente que nosso voto como cidadão e nossa ação política são a favor de Carlos Eduardo, para governador, e Bolsonaro, para presidente da República.

O PT é o responsável pela brutal crise econômica, moral e política que o Brasil ainda atravessa. A apropriação do Estado como patrimônio pessoal de um partido foi o método detestável que apequenou as instituições e institucionalizou a corrupção em nome de um projeto de perpetuação no poder e de idolatria a um presidiário.

Não votar na senadora Fátima Bezerra e Haddad do PT é um dever de quem ama o Rio Grande do Norte e o Brasil. Eles representam tudo que combatemos na política: atraso, corporativismo, patrimonialismo, princípios anticristãos, visão deturpada da educação e favorável à doutrinação de esquerda nas escolas, incentivo a invasões de propriedades urbanas e rurais, divisão do país entre nós e eles, ódio aos empreendedores e defesa à intervenção excessiva do Estado na economia.

Ou seja, ingredientes que fazem uma perfeita receita de fracasso em um estado já castigado e fragilizado por sucessivas administrações equivocadas, apenas administrando déficits e escassez. Evidente que haverá, com a eleição de Bolsonaro presidente, o descolamento entre as políticas federais e as do estado do RN com o PT no comando.

Em suma, votar em Fátima Bezerra do PT é afundar ainda mais o nosso Rio Grande do Norte e quem irá sofrer é o povo potiguar.

Rogério Marinho

Deputado Federal

Sérgio Moro diz que ‘agentes’ do PT ofendem e mentem

O juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, afirmou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que ‘agentes’ do PT têm um ‘desejado controle social da Administração da Justiça’. Ele se refere a parlamentares da legenda que o tem fustigado por meio de sucessivas representações ao Conselho Nacional de Justiça e através de ‘notas ofensivas’ publicadas no site do partido.

É com sua mãe, Haddad!

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira, 19, que não sabe “exatamente contra quem está disputando a eleição presidencial“, referindo-se à ausência de Jair Bolsonaro (PSL) em debates em que poderiam ser discutidos projetos para o País.

“Você é um menino mimado, não sabe o que é seca”, diz Fátima a Carlos Eduardo

A candidata do PT ao Governo do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, chamou o adversário no segundo turno, Carlos Eduardo Alves (PDT), de “menino mimado” que “não sabe o que é a seca”. A fala aconteceu na noite desta quinta-feira, 18, durante debate na TV Band Natal.

Fátima respondia a uma crítica do adversário, que destacou que a petista teria viajado mais de vinte vezes ao exterior no atual mandato de senadora, enquanto o Estado vivencia “sua pior crise”. “O Estado, nos últimos três anos, viveu sua pior crise econômica e social, com seca, sendo o mais violento do País. Um mandato com seriedade e critérios não poderia estar viajando 26 vezes para o exterior”, afirmou Carlos Eduardo.

A culpa da vitória de Bolsonaro é o WhatsApp? Vai te catar PT!

É difícil configurar, até o momento, um eventual crime passível de impugnação da chapa encabeçada pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, no caso relatado pelo jornal “Folha de São Paulo” de empresas comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp, disse à Reuters nesta quinta-feira 18 uma fonte do Ministério Público com larga experiência em redes sociais.

A fonte, que pediu para não ser identificada, disse que é preciso, além das provas de atuação das empresas em favor de um candidato, demonstrar a ligação direta de quem atuou dessa forma e a campanha beneficiada.

Reportagem publicada na Folha nesta quinta relata que empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT por Whatsapp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma operação para a próxima semana, antes do segundo turno.

Na avaliação da fonte à Reuters, o valor de R$ 12 milhões mencionado pela Folha para se impulsionar conteúdo via essa rede social é irreal.

A coligação encabeçada pelo petista Fernando Haddad, adversário de Bolsonaro no segundo turno, entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com pedido de investigação sobre o conteúdo da reportagem e, caso os fatos sejam comprovados, a inelegibilidade de Bolsonaro.

Ezequiel diz que o Rio Grande do Norte precisa unir as bandeiras em torno de Fátima

O deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), mais votado com 58.221 votos, anunciou apoio ao projeto governadora Fátima Bezerra (PT) e do vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), nesta sexta-feira (19), no Hotel Arituba, em Natal, em ato político acompanhado por deputados federais, deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas.

Participaram do ato de apoio a candidatura de Fátima Bezerra os deputados estaduais, Galeno Torquato, Raimundo Fernandes, Marcia Maia e Dison Lisboa.  O deputado federal mais votado, Benes Leocadio e os deputados Estaduais eleitos Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes, o prefeito de Santana do Matos, Edivaldo Jr, o prefeito de Goianinha, Berg Lisboa, o vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim, o ex-prefeito de Assú, Ivan Júnior, o presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa, o presidente da Câmara Municipal de Ceará Mirim, Ronaldo Venâncio, o vereador em Mossoró João Gentil, o vereadores Ítalo e Rhalessa de Parnamirim, o vereador de Extremoz, Eduardo Motta e dezenas de lideranças e correligionários partidários da capital e do interior do Estado.

“O Rio Grande do Norte precisa unir as bandeiras. E bandeiras de todas as cores. Chega o momento de união de forças, definição e decisão. É preciso empenho das lideranças deste Estado. O projeto é o Rio Grande do Norte unido para superar as dificuldades que necessitam de soluções urgentes”, anunciou Ezequiel Ferreira, enfatizando que chega para arregaçar as mangas e assegurar a vitória de Fátima governadora do Estado.

Fátima Bezerra se mostrou fortalecida com a chegada dos novos apoios.  Disse que do fundo do coração reconhecia o ato de apoio de Ezequiel, do conjunto de deputados e lideranças que estavam se juntando ao projeto governamental como o mais importante fato político deste 2º turno.

“Ezequiel este ato de coragem nos estimula nesta reta final. Digo com toda sinceridade: Estes apoios somam para a busca de soluções para o Estado. Vamos governar em harmonia, serenidade e enfrentando os problemas. O RN quer paz, emprego, tranquilidade, gestão e governabilidade, sem pensamentos menores e contribuindo para a reversão de nossas dificuldades”, externou Fátima Bezerra ao valorizar e reconhecer que a chegada deste novo grupo de aliados representa a ampliação de alianças, a capacidade de fazer mais pelo povo do Rio Grande do Norte e o fortalecimento político na bancada federal e estadual.

(mais…)

Rosa Weber adia coletiva sobre fake news

Rosa Weber, presidente do TSE, resolveu adiar para domingo a coletiva que daria hoje para falar das acusações de suposto uso indevido do WhatsApp pela campanha de Jair Bolsonaro, para disseminar fake news contra o PT.

Mais cedo, ela se reuniu com um grupo de parlamentares petistas e advogados.

Posts Recentes

Posts Recentes

outubro 2018
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031 
Categorias

Justiça teme que Henrique solto

Ao optar por negar uma série de pedidos de habeas corpus protocolado pela defesa do ex-ministro Henrique Alves (PMDB), a Justiça considerou a liberdade do peemedebista um

Leia Mais