Dia: 1 de março de 2018

Irã prende mulheres que queriam ver jogo de futebol

A polícia iraniana prendeu duas mulheres que tentavam assistir a um jogo de futebol no estádio Azadi, em Teerã. O “crime” delas foi exatamente querer ver o jogo.

Um porta-voz do Ministério do Interior iraniano informou que as mulheres foram detidas temporariamente e liberadas ao final da partida.

O Irã proibiu as mulheres de ver jogos de futebol nos estádios desde a Revolução Iraniana de 1979.

Carlos topa ser o candidato a governador

Diz-se que a chapa já está formada para as eleições estaduais deste ano e falta apenas ser anunciada oficialmente:

– Governador – Carlos Eduardo Alves
– Vice-Governador – Indicação de Rosalba Ciarlini
– Senador – Garibaldi Alves Filho
– Senador – José Agripino Maia

Carlos Eduardo estaria preparado para renuncia a prefeitura de Natal.

STF mantém aplicação da Ficha Limpa a condenados antes de 2010

O STF decidiu manter o alcance da decisão que tomou em outubro de aplicar a Lei da Ficha Limpa para políticos condenados por abuso de poder em campanha antes de 2010, quando a legislação passou a vigorar.

O G1 explica que, hoje, o STF julgou nesta quinta “a modulação dos efeitos da decisão, ou seja, se haveria um marco temporal para sua aplicação”.

No julgamento de outubro, Ricardo Lewandowski tinha proposto aplicar o entendimento só a partir das eleições de 2018, e não a todos os casos. Luiz Fux discordou: “Essa proposta anula o julgamento e desdiz o que nós julgamos”.

Bolsonaro entra com queixa-crime contra Ciro

Jair Bolsonaro entrou com uma queixa-crime contra Ciro Gomes por calúnia e injúria no Tribunal de Justiça de São Paulo, informa O Globo.

Bolsonaro acusa Ciro de calúnia e injúria por uma entrevista do ex-governador cearense à Jovem Pan, no ano passado, em que o pedetista falou de uma doação de R$ 200 mil da JBS ao PP, a legenda em que o deputado estava na época.

“A JBS depositou R$ 200 mil na conta dele, Jair Messias Bolsonaro, deputado federal! (…). Ele, quando viu, resolveu estornar o dinheiro, não pra JBS. Eu, se tô indignado, o cara depositou na minha conta sem a minha autorização, eu devolvo pra ele e mando ele pastar, pra não dizer aquela outra frase que termina no monossílabo tônico. Não, o que ele faz? Ele devolve para o partido, que na mesma data entrega R$ 200 mil pra ele. O nome disso é lavagem de dinheiro”, afirmou Ciro na entrevista à rádio.

Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Natal passa a se chamar ‘Wilma de Faria’

A mesa diretora da Câmara Municipal de Natal publicou no Diário Oficial do Município nesta quinta-feira (01), a resolução do projeto proposto pela vereadora Carla Dickson (PROS), aprovado pelo plenário em 06 de dezembro de 2016, denominando a Escola do Poder Legislativo do Município de Wilma de Faria.

Wilma foi deputada federal, prefeita de Natal por três vezes, governadora em dois mandatos, vice-prefeita de Natal e faleceu em 17 de junho de 2016 no exercício do mandato de vereadora.

Pente-fino do INSS inicia nova etapa e convoca 522 mil beneficiários

Mais de 520 mil beneficiários de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez foram convocados para passar por perícia médica a partir desta quinta-feira (1º). Esta é a segunda etapa do Programa de Revisão de Benefícios por Incapacidade (PRBI), realizado pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) desde 2016.

As cartas de convocação foram enviadas para os beneficiários de auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem passar por uma perícia médica e para os aposentados por invalidez com menos de 60 anos. A meta da nova etapa da revisão é de que, ao longo de 2018, sejam analisados 1,2 milhão de benefícios por incapacidade, sendo 273.803 de auxílio-doença e 995.107 de aposentadorias por invalidez.

Escolas públicas realizam Campanha Nacional de Hanseníase e outras doenças

Com o início do ano letivo, o Ministério da Saúde promove, em 40 mil escolas públicas de do país, a V Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses, Tracoma e Esquistossomoseslogan: “Hanseníase, Verminoses e Tracoma – em casa ou na escola, sempre é hora de prevenir e tratar”, para diagnóstico de doenças que possuem tratamento gratuito no Sistema Único de Saúde (SUS).

A estratégia ocorrerá em 2,7 mil municípios brasileiros que aderiram à ação e envolverá mais de oito milhões de alunos, de 5 a 14 anos de idade. As atividades serão realizadas até o dia 30 de junho. Com ações específicas para cada uma das doenças, a campanha envolve profissionais da educação e os que atuam no SUS, em especial os profissionais da Estratégia de Saúde da Família (ESF), das Unidades Básicas de Saúde e da Vigilância Epidemiológica dos municípios.

Câmara: Paulinho e Eudiane liberados

Os vereadores de Natal Paulinho Freire e Eudiane Macedo foram liberados para deixar o Solidariedade, legenda pela qual tinham sido eleitos. A decisão foi do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte. O destino dos parlamentares será o PMN, legenda que será presidida em Natal por Paulinho Freire. 

O Brasil avança na febre amarela

O Ministério da Saúde informou hoje que foram confirmados 723 casos de febre amarela no Brasil desde julho de 2017, com 237 mortes.

É um aumento de 28% em relação ao mesmo período do ano anterior (julho de 2016 a fevereiro de 2017), quando houve 576 casos e 184 mortes.

No ano passado, o governo classificou a situação como o pior surto de febre amarela desde 1980, início da série histórica. O Brasil bateu mais esse recorde.

Vídeo: Ferrari com um dia de uso destrói a frente em acidente

Uma Ferrari Spider 488 teve a frente totalmente destruída depois que foi fechada por um Citröen Air Crooss, na Estrada Parque Dom Bosco, na altura da QI 15 do Lago Sul. O acidente ocorreu no começo da tarde desta quinta-feira (1), um dis depois de ser entregue ao proprietário, empresário Carlos Alberto Taurisano, do ramo de automóveis.

Apesar dos estragos causados pelo acidente, não houve vítimas. Os dois motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro que deu negativo, segundo informações da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

A Ferrari não pôde evitar o choque no Citröen, que entrou subitamente na pista principal e se colocou à sua frete na faixa da esquerda. Com o choque, o Citröen foi jogado para o canteiro central. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal foi acionado e chegou rapidamente.

A Ferrari é avaliada em R$3,4 milhões pela tabela FIP. O carro importado ainda não tinha sido emplacado.

https://youtu.be/6oj3ssV9fzQ

Guamaré entra na rota internacional do surf profissional

Depois de um fim de semana histórico, quando vários atletas do surf nacional e internacional e uma equipe de filmagens do Canal Off foi até a Urca do Minhoto, os caminhos se abrem para a exploração de um nicho até então inexistente no esporte local de Guamaré: o surf de ondas grandes. A Urca do Minhoto fica a 20 km da costa. É preciso alugar um barco para chegar onde as ondas são surfadas.

A descoberta das ondas na Urca do Minhoto deve impulsionar ainda mais o turismo de Guamaré para fora do país, já que os resultados encontrados pela expedição são comemorados até no Havaí. Do Canal Off, especializado em aventura, veio Felipe Cesarano, o “Gordo”, que, apesar do apelido (na verdade, exagerado), se move muito bem quando o mar sobe.

Entre os surfistas, também estava o nosso mais destacado em ondas grandes, Aldemir Calunga. E ainda Marcos Monteiro, que salvou a vida de Calunga, quando este quase se afogou em um acidente em Puerto Escondido, no México, em 2012.

TRF1 recua e processos contra Henrique Alves, Geddel e Eduardo Cunha permanecem com Valisney Oliveira

O TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) recuou parcialmente de decisão que mandava redistribuir parte dos processos criminais em curso na 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília. Entre eles, há ações penais contra políticos importantes, acusados de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de influência.

O conselho de administração da corte decidiu nesta quinta (1º) que não mudarão de vara os casos mais avançados, que já tenham audiências e/ou interrogatórios realizados.

Esse grupo inclui ação que apura se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vendeu prestígio a lobistas com a promessa de viabilizar a compra de caças de defesa e a edição de uma medida provisória pelo governo da sucessora, Dilma Rousseff.

Também se enquadra nessa categoria a ação na qual os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN) são acusados de desviar recursos da Caixa Econômica Federal.

Também deve permanecer na 10ª Vara o caso em que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA) responde por tentativa de atrapalhar investigações ao, supostamente, monitorar a delação premiada do corretor Lúcio Bolonha Funaro.

A relação completa dos processos que ficam na vara, comandada pelos juízes Vallisney de Souza Oliveira e Ricardo Augusto Soares Leite, ainda será elaborada.

Uma decisão do TRF-1 fez com que inquéritos e ações penais em curso na 10ª fossem remetidos na semana passada para a 12ª Vara, sob responsabilidade dos juízes Marcus Vinicius Reis e Polyanna Kelly Alves.

FOLHA

A criação do Ministério da Segurança Pública pode corrigir uma “omissão histórica”, diz Robinson

Para o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, o financiamento do BNDES é urgente e a criação do Ministério da Segurança Pública pode corrigir uma “omissão histórica” do Estado brasileiro no combate à violência. Faria também defende maior cooperação entre União e estados no tratamento da segurança pública e reivindica uma norma jurídica única no país para garantir essa integração.

“O financiamento do BNDES é fundamental, sobretudo para investir em tecnologia, inteligência e equipar as polícias. Porque, hoje, as facções do Brasil perderam o medo do Estado, vamos aqui falar sem hipocrisia, as facções não temem hoje mais o Estado”, disse.

STF autoriza transexual a alterar registro civil sem cirurgia de mudança de sexo

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira(1º) autorizar transexuais e transgêneros a alterarem o nome no registro civil sem a realização de cirurgia de mudança de sexo. O julgamento começou ontem, quando já havia maioria de votos definindo a questão, e foi finalizado no início desta tarde, com os votos restantes.

Com a decisão, o interessado poderá se dirigir diretamente a um cartório para solicitar a mudança e não precisará comprovar sua condição, que deverá ser atestada por autodeclaração. A Corte não definiu a partir de quando a alteração estará disponível nos cartórios.

Apesar de a votação ter sido definida por unanimidade, a Corte divergiu em parte do voto do relator, ministro Marco Aurélio. Na sessão de ontem, o ministro votou contra a obrigatoriedade da cirurgia, mas, conforme seu entendimento, a decisão valeria somente para transexuais, a depender de decisão judicial prévia, com base em laudo médico e seria aplicável somente a maiores de 21 anos.

Para a maioria dos ministros, a medida deveria ser estendida a transgêneros, sem a necessidade de comprovação médica, por tratar-se de medida discriminatória. Com base no mesmo argumento votaram os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e a presidente, Cármen Lúcia.

Recurso

A votação do Supremo ocorre em recurso de transexual contra decisão da Justiça do Rio Grande do Sul, que negou autorização para que um cartório local aceitasse a inclusão do nome social como verdadeira identificação civil. Os magistrados entenderam que deve prevalecer o princípio da veracidade nos registros públicos.

O nome social é escolhido por travestis e transexuais de acordo com o gênero com o qual se identificam, independentemente do nome que consta no registro de nascimento.

Ao recorrer ao Supremo, a defesa do transexual alegou que a proibição de alteração do registro civil viola a Constituição, que garante a “promoção do bem de todos, sem preconceitos de sexo e quaisquer outras formas de discriminação”.

“Vislumbrar no transexual uma pessoa incapaz de decidir sobre a própria sexualidade somente porque não faz parte do grupo hegemônico de pessoas para as quais a genitália corresponde à exteriorização do gênero vai frontalmente contra o princípio de dignidade humana”, argumentou a defesa.

Atualmente, transexuais podem adotar o nome social em identificações não oficiais, como crachás, matrículas escolares e na inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por exemplo. A administração pública federal também autoriza o uso do nome social e o reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais desde abril do ano passado.

Agência Brasil

Juízes federais anunciam paralisação para 15 de março em protesto por auxílio-moradia

Os juízes federais decidiram que vão parar os trabalhos no dia 15 de março em protesto pela possibilidade de revisão dos benefícios concedidos à classe, como auxílio-moradia. Segundo a Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil), ataques à remuneração dos magistrados são uma maneira de “punir a Justiça Federal” em função da Operação Lava Jato. A questão do auxílio-moradia será discutido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em 22 de março.

Estimativa da ONG Contas Abertas indica que, de setembro de 2014 até dezembro do ano passado, o auxílio-moradia custou à União e aos Estados cerca de R$ 5 bilhões, considerando que os benefícios destinam-se a cerca de 30 mil pessoas (17 mil magistrados e 13 mil membros do Ministério Público, em todos os seus ramos).

Entre eles, estão os juízes da Lava Jato. Sergio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, recebe R$ 4.378 por mês apesar de possuir um imóvel na capital paranaense. Já Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio, foi à Justiça para que ele e sua mulher, que também é juíza, recebessem o benefício. Uma resolução do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) impede a remuneração a casais que morem sob o mesmo teto.

A paralisação foi decidida após consulta aos membros da Ajufe. “A indignação contra o tratamento dispensado à Justiça Federal se materializou”, disse a instituição por meio de nota assinada pelo presidente Roberto Veloso.

UOL

Após negar candidatura, Flávio Rocha deixa aberta possibilidade de disputar eleição

O empresário Flávio Rocha, cotado para disputar a corrida pelo Palácio do Planalto, negou nesta quinta-feira, 1, que seja candidato, mas evitou fechar a porta à possibilidade.

Ao participar de evento do Money Report na capital paulista, Rocha, que é dono da Riachuelo, classificou a candidatura a um cargo majoritário como um “chamamento” e, diante do que chamou de “vazio inexplicável” na política, não descartou se tornar um presidenciável se houver alguma sinalização de que a missão é esta e se entender que tem uma “ínfima probabilidade” de vitória na disputa pela sucessão presidencial de outubro.

“Lógico que uma candidatura majoritária, ainda mais para presidente, é um chamamento, uma aclamação”, declarou o empresário num momento em que foi aplaudido pela plateia presente ao evento, composta, em sua maioria, por representantes de setores empresariais.

Rocha, em tom de brincadeira, disse que falta apenas um ingrediente para lançar candidatura: 60 milhões de votos. Apesar de deixar aberta a possibilidade, comentou que, dentro do Brasil 200 – grupo de empresários criado para discutir políticas públicas – pode fazer muito mais pelo País do que numa “candidatura heroica”.

Após defender um projeto que combine o liberalismo na economia ao conservadorismo nos costumes, como a proteção de valores cristãos, Rocha citou o ministro Henrique Meirelles, o governador Geraldo Alckmin e o empresário João Amoedo, pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Novo, entre os nomes que poderão ser apoiados por seu grupo na falta de uma candidatura própria. A condição, adiantou, é que eles aceitem desafiar o politicamente correto. “Temos conversado e encontrado grande abertura. Vamos deixar a coisa acontecer”, comentou.

Rocha disse ainda ver hoje uma consciência na sociedade brasileira de que o inimigo não são os patrões, mas sim o que chamou de “aristocracia tóxica” que se apropriou do Estado, numa referência aos que se beneficiam de privilégios estatais, como, conforme lembrou, a concessão de auxílio-moradia a servidores que já residem no local onde trabalham.

ESTADÃO

Robinson participa de encontro com Temer sobre segurança pública

O governador Robinson Faria participou nesta quinta-feira (1º), no Palácio do Planalto, em Brasília, de um encontro do Governo Federal com todos os governadores. A reunião, convocada pelo presidente Michel Temer teve como principal objetivo discutir a elaboração de uma agenda nacional voltada para o setor. O evento também serviu para a apresentação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública, cujo titular é o ex-ministro da Defesa Raul Jungmann.

Entre os encaminhamentos da reunião com os governadores, o presidente Michel Temer anunciou uma linha de crédito de R$ 42 bilhões, disponível para investimento ainda neste ano. Serão R$ 5 bilhões já em 2018. Os R$ 37 bilhões restantes serão liberados entre 2019 e 2022.

INTEGRAÇÃO

No encontro, Robinson Faria destacou que a criação da nova pasta corrige uma omissão histórica. “Nunca tivemos no Brasil uma política nacional de segurança pública. Essa falha de décadas levou o país a amargar a violência que hoje enfrentamos”, afirmou.

Para o governador, o Ministério da Segurança Pública significa a possibilidade de colaboração entre os entes. “Sugeri no Fórum de Governadores e no Encontro de Governadores que tivéssemos uma integração entre União, estados e municípios. Os governadores não podem ser os únicos responsáveis por solucionar todos os problemas”, disse o chefe do Executivo potiguar, lembrando a sugestão dele da criação de um comitê nacional permanente de crise.

No evento, Robinson Faria destacou ainda que aguarda os próximos passos adotadas pelo mais novo ministério do Governo Federal. “Devemos celebrar a criação do Ministério, mas não é só isso. A questão prisional, por exemplo, integra a discussão sobre Segurança Pública, assim como a atuação dos setores de inteligência. Não podemos abordar a segurança pública de forma setorizada e isolada”, finalizou.

Prioridades da bancada feminina são apresentadas ao presidente do Senado

As senadoras Lídice da Mata (PSB-BA) e Rose de Freitas (PMDB-ES) entregaram, nesta quinta-feira (1º), ao presidente do Senado, Eunício Oliveira, a lista com os projetos considerados prioritários pela bancada feminina do Senado. A pauta ganha força com as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher.

A relação de propostas foi examinada e aprovada no início da manhã em reunião de trabalho da bancada feminina no gabinete da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), procuradora especial da Mulher.

Flávio Rocha: o crime virou rotina no Brasil

Quem mata no Brasil sabe que em mais de 90% das vezes sequer será descoberto. No resto do mundo, o crime perfeito é impossível. No Brasil, ele virou rotina.

Autor da frase: Flávio Rocha

Abertas inscrições para o novo festival de cinema do RN

Após noite de pré-lançamento do Cine Fest RN, celebrada por protagonistas da cena do audiovisual potiguar, autoridades e imprensa, chegou a vez dos cineastas inscreverem seus filmes nas três mostras competitivas do festival, para curtas-metragens nacional e potiguar, ou longa-metragem.

As inscrições têm início nesta quinta e seguem até o próximo 25 de março. Todo o regulamento consta no site oficial do festival. Só podem participar filmes ainda sem exibição comercial. Serão selecionados cinco longas e dez curtas nacionais e outros dez potiguares.

Os filmes escolhidos pelo Conselho Curador do festival serão anunciados no site do festival e na imprensa no dia 1º de abril. Serão cinco jurados para a competição de longas e outros cinco para as duas mostras de curtas-metragem. Todos com comprovada experiência no segmento audiovisual.

Na categoria de longas, serão premiados Melhor filme (R$ 5 mil), Melhor diretor (R$ 3 mil), Melhor ator (R$ 3 mil) e Melhor atriz (R$ 3 mil). Nos curtas nacionais, o melhor filme receberá R$ 3 mil. E na mostra de curtas potiguares, premiação para Melhor curta (R$ 3 mil), Melhor diretor (R$ 2 mil), Melhor roteirista (R$ 2 mil), Melhor ator (R$ 2 mil) e Melhor atriz (R$ 2 mil).

(mais…)

Mudança no local do lançamento do Brasil 200 em Mossoró

O Lançamento do Movimento Brasil 200, que acontece na próxima segunda, dia 05 de Março às 15h, ganhou novo local devido à procura ter sido maior que a esperada. O evento passou para o Auditório do Garbos Hotel. A entrada será livre.

Além da procura das pessoas individualmente, várias entidades confirmaram presença, inclusive de cidades próximas a Mossoró, como Apodi, Pau dos Ferros e Assu, empresários locais e da capital, estudantes universitários e etc.

EVENTO: LANÇAMENTO DO “BRASIL 200 – INDEPENDÊNCIA PARA TODOS”

LOCAL: GARBOS HOTEL

DIA: SEGUNDA, 05 DE MARÇO

HORA: 15:00h

“Encontro hoje com o PR”

Em 30 de dezembro de 2010, Lula e Emilio Odebrecht se encontraram no Palácio do Planalto e firmaram “um pacto de sangue” que, segundo Antonio Palocci, resultaria num pacote de propinas de 300 milhões de reais, incluindo a reforma no sítio de Atibaia.

Algumas horas antes do encontro, o responsável pela obra enviou um e-mail a Marcelo Odebrecht com assunto “Encontro hoje com PR”.

O e-mail diz:

“A reforma/ampliação de Atibaia está no cronograma. A partir da próxima semana trabalharemos em 2 turnos e dia 15 será entregue.”

Em sua entrevista à colunista social da Folha de S. Paulo, Lula disse que só soube da reforma em janeiro de 2011. Mas é mentira. Quando a obra foi feita, ele ainda era o PR – ou presidente da República.

STF homologa acordo coletivo sobre planos econômicos

Os ministros do Supremo Tribunal (STF) confirmaram nesta quinta-feira, por unanimidade, a homologação do acordo firmado entre poupadores e bancos para compensar perdas com expurgos inflacionários causadas pelos planos econômicos Cruzado, Bresser, Verão, Collor I e II das décadas de 80 e 90.

O acordo já havia sido homologado individualmente pelo ministro Lewandowski, relator do caso, e é o último e mais abrangente entre todos aqueles que foram realizados por ministros do Supremo.

Aguenta aí que a passagem de ônibus pode aumentar em Natal. Confira

Natal, 01 de março de 2018 – Em carta, ao Conselho Municipal de Mobilidade Urbana de Natal, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município (Seturn) expõe a necessidade do imediato reajuste da tarifa de ônibus de Natal, em função do elevado déficit constatado e para o equilíbrio econômico.

A entidade enquadra a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) em ato de prevaricação em virtude do retardo ou postergação no reajuste da tarifa de ônibus de Natal para custear o déficit operacional do sistema.

O prejuízo operacional equivalente a mais de R$ 1,3 milhão mensalmente. E, ainda é mais agravado pelo acréscimo de custo de outros insumos, como elevação do índice de consumo de peças em função do envelhecimento da frota e despesas com pessoal, que terão seu reajuste salarial ordinariamente em 1° de maio.

O elevado desequilíbrio financeiro é causado principalmente pelos inúmeros reajustes do preço do combustível (óleo diesel S-500 e S-10) e redução do número de passageiros pagantes (equivalente).

Na última reunião do CMTMU a assessoria técnica apresentou estudos que constaram a elevação média de 8,70% (oito inteiros e sete décimos por cento) ao insumo do combustível, enquanto o passageiro equivalente apresentou uma redução de 4,31% (quatro inteiros e trinta e um centésimos por cento).

Ainda na carta, o Seturn sugere, caso não seja concedido o imediato reajuste ou concessão das isenções fiscais para custear o déficit operacional em caráter emergencial, as seguintes alternativas para reequilibrar o serviço de transporte:

1. Encerramento do serviço de transporte noturno, reduzindo a oferta dos serviços de transporte público regular municipal das 06h às 22h;

2. Funcionamento exclusivo do sistema de transporte complementar (alternativo) nos domingos e feriados, em função do seu menor custo operacional;

3. Cobrança de complementação tarifaria para a utilização da integração temporal cm pelo menos 50% (cinquenta por cento) do valor da tarifa exigível do usuário; e

4. Desoneração tributária do setor de transportes com isenção total do ISS e ICMS incidente sobre o óleo diesel consumido pelas empresas do setor.

“Em função da definição do valor de reajuste salarial dos rodoviários, as negociações com os empregados estão em estágio adiantado de negociações, mas somente com uma definição do Município de Natal quanto ao reajuste das tarifas será possível chegar a um termo final”, explica Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturn, acrescentando que espera-se que o Município e o Estado também possam contribuir com o barateamento das tarifas públicas com a adoção de medidas paliativas para o equilíbrio econômico do sistema de transportes urbanos. “Como fez o Governo Federal com a desoneração do setor, pois desde janeiro de 2013 há redução dos encargos sobre a folha de pagamento de salários”, citou.

Prefeito não cumpre promessas e é amarrado pela população

Dizer que um político não cumpre promessas é quase uma redundância. Porém, o prefeito da cidade boliviana de San Buenaventura, Javier Delgado, acabou sofrente as consequências desse comportamento, infelizmente, tão comum.

Por quase meia hora, ele foi amarrado em uma armadilha montada pelos moradores, exigindo que ele faça valer o que prometeu na campanha.

Larissa terá dificuldades em Mossoró

Tradicionalmente, a deputada estadual Larissa Rosado (PSB) era votada pelo eleitor anti-Rosalba. Agora aliada da prefeita mossoroense, mas sem contar com seu apoio, Larissa vai ralar para conseguir um novo segmento de eleitores. Seus antigos simpatizantes estão mais afinados com a oposição.

Mossoró: presidente se aproxima de Gustavo Fernandes

Uma nova aliança se desenha no município de Mossoró. A presidente da Câmara, Izabel Montenegro, está muito próxima do deputado estadual Gustavo Fernandes (MDB), que busca compensar as bases perdidas em Pau dos Ferros e Apodi. Ontem, o emedebista participou da leitura da mensagem anual da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) ao lado de Izabel. Se a aliança se confirmar, será um reforço importante para a campanha de Gustavo à reeleição.

Carlos encomenda pesquisas para tomar decisão

O mês de março será de análise para o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), que ainda não decidiu se deixa a Prefeitura para disputar o Governo. O prefeito encomendou pesquisas quantitativas e qualitativas para guiá-lo na sua definição. Elas vão orientar não só a decisão sobre a disputa, mas também a formação da chapa e o discurso que será adotado, caso ele venha a disputar o Executivo.

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias

O amor é lindo…

  Se a Sabrina Sato continuar com essas andanças com o deputado federal, Fábio Faria, PMN, pelo Rio Grande do Norte e em outras áreas acabará

Leia Mais

Donald Trump com Bolsonaro

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elogiou o discurso do presidente do Brasil Jair Bolsonaro. Em sua conta oficial no Twitter, Trump escreveu “parabéns

Leia Mais