Penso, logo existo...

Dia: 3 de setembro de 2016

Reação ao “Fora Temer”, criado o “Bora, Temer”

bora_temerEm meio à intensificação dos protestos contra o governo Michel Temer (PMDB), o marqueteiro Elsinho Mouco, publicitário oficial do novo governo, criou a campanha “Bora, Temer”, em contraposição ao “Fora, Temer” levado às manifestações contrárias ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. As peças “Bora, Temer” são acompanhadas pela frase “Bora tocar esse país” e pelas hashtags “#boracrescer” e “#boramudar”. Por enquanto, as redes sociais são o alvo da campanha. Segundo Mouco, Temer, que está em viagem à China, ainda não viu o material, e sua ideia é “criar um clima positivo no Brasil, para o país virar a página e sair dessa crise”. “O ‘Fora, Temer’ em nada ajuda”, disse. O marqueteiro, responsável pelo primeiro discurso em cadeia nacional de Temer, afirmou à Folha de S.Paulo que a marca foi uma iniciativa sua e que não tem qualquer ligação com a comunicação oficial do governo nem com o PMDB, partido do presidente.

Ao lado de Nelter, Roberto e Alex convidam população para Arrastão

rg_arrasta O prefeito de Caicó e candidato a reeleição, Roberto Germano, percorreu os bairros da cidade nesta sexta-feira (02) convidando a população participar do primeiro “Arrastão Roberto 15” da campanha que acontece neste sábado (03). Ao lado do prefeito, estiveram o deputado estadual Nelter Queiroz, e candidatos a vereador. O primeiro Arrastão de hoje à noite tem concentração e saída marcada para bairro Recreio, na rua José Lázaro e vai seguir até a rua Santa Luzia, no bairro Boa Passagem. “Vai ser uma bonita festa da democracia e da população que acredita no nosso trabalho e vai nos eleger para mais um mandato. Com toda certeza, vamos fazer um grande arrastão com a população. Vamos andar por esses dois importantes bairros fazendo a nosso arrastão e mostrando a importância da continuidade do nosso mandato para que possamos melhorar ainda mais a nossa cidade”, disse o prefeito Roberto.

Michel Temer vem ao Nordeste

sao_francisco Tão logo volte da China, o presidente Michel Temer (PMDB) pretende fazer sua primeira viagem ao Nordeste. No roteiro, Alagoas e Pernambuco, para assumir o compromisso com o fim das obras da Transposição do São Francisco. Na interinidade, Temer fez um gesto importante com o rio. Assinou decreto que institui o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, no valor de R$ 10 bilhões, com o objetivo de promover a recuperação do maior rio totalmente brasileiro e de seus afluentes. Para ele, o cuidado com o rio se trata de “imensa responsabilidade” do Governo. Temer destacou o papel que o rio exerce na integração nacional e lembrou que diversos biomas dependem da preservação da bacia.

Quem tem direito adquirido não perderá “um centavo”, diz ministro

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, divulgou um vídeo no Twitter para dizer que o Governo do presidente Michel Temer não vai retirar os direitos previstos da Constituição. Ele afirmou que quem tem direito adquirido, mesmo com a reforma da Previdência Social, não perderá “um centavo”. Padilha coordena um grupo interministerial no governo que discute com representantes de trabalhadores e empregadores a proposta de reforma da Previdência que será enviada ao Congresso Nacional. No Palácio do Planalto, a expectativa é aprovar as mudanças no sistema previdenciário ainda neste ano.

Dilma adia mudança a Porto Alegre para terça-feira

A ex-presidente Dilma Rousseff adiou sua mudança a Porto Alegre de domingo, 4, para a manhã de terça-feira, 6, horas antes do retorno do presidente Temer, que está na China, a Brasília. Dilma vai morar em Porto Alegre, em seu antigo apartamento do bairro Tristeza, de classe média. Planeja, porém, passar temporadas no Rio de Janeiro.

Jurista diz que ações contra fatiamento põem em risco impeachment

janaina A jurista Janaína Paschoal criticou a decisão de várias associações e partidos políticos ingressarem no Supremo contra a decisão do Senado de fatiar a votação do impeachment. Para a advogada, essa é uma questão menor e pode pôr em risco todo o julgamento. Em seu perfil no Twitter, a jurista escreveu uma enxurrada de publicações, inclusive com apelos diretos aos senadores. “Eu peço, pelo amor de Deus, que os partidos que ainda não impugnaram, não interponham nenhum tipo de medida”.