Dia: 9 de maio de 2009

Sua benção minha mãe. Meu amor…

eu-e-maeO amor!

Quanta besteira! O amor…

É fácil falar de amor, não?

Peço perdão aos outros amores.

Mas…

Amor mesmo só o da minha mãe…

Não tem amor igual.

É maravilhoso ainda ter esse amor…

Eu tenho. Graças a Deus.

Sua benção minha mãe! Meu amor…

João Maia: é difícil desconsiderar aliança de 2008

robinson-e-joao-maiaO deputado federal João Maia (PR) não descarta a possibilidade de uma aliança com o Democratas do senador José Agripino nas próximas eleições, para as quais o parlamentar já se lançou como pré-candidato ao Executivo estadual. Mesmo assim, ele fez questão de lembrar que é atualmente da base aliada da governadora Wilma de Faria e do presidente Lula, seguindo as orientações do seu partido.

“Sou pré-candidato ao governo do estado esperando contar com o apoio da governadora e do presidente Lula, mas não posso desconsiderar a forte aliança que eu, Robinson Faria (PMN) e o senador José Agripino (DEM) fizemos nas últimas eleições para eleger Micarla de Sousa (PV)”, ressaltou o deputado.

João Maia também não quis se comprometer ao ser questionado qual das duas alianças ele preferia, a de 2006, quando estava com a governadora, ou a de 2008, quando rompeu com a chefe do Executivo Estadual para se aliar ao Democratas e a Robinson Faria (PMN) no apoio a Micarla de Sousa para a prefeitura de Natal. “Prefiro não responder”, disse ele.

As declarações foram dadas durante a solenidade de filiação do deputado federal Rogério Marinho ao PSDB na noite desta sexta-feira (8).  João Maia afirmou estar ali por acreditar que o novo tucano é um político de muito valor para o Rio Grande do Norte.

“Ele honra o Estado. Mas não estou aqui para solicitar seu apoio ou do PSDB na minha candidatura ao governo. Apesar de saber que todo o pré-candidato o que mais quer é aliados”, disse ele.

Questionado se o PSDB seria uma boa opção de apoio caso a governadora descartasse estar com ele nas próximas eleições, o deputado preferiu não responder. “Vou ficar devendo essa resposta também”, respondeu João Maia.

Fonte: Nominuto.com

Florânia: prefeito demite concursados e nomeia 28 novos funcionários

sinval-laurentino-rindo1Ninguém entende o posicionamento adotado pelo prefeito de Florânia, Sinval Salomão, que desde os primeiros dias de sua administração vem tentando, a todo custo, demitir os funcionários concursados que foram nomeados no último ano da gestão do ex-prefeito Flávio José. O prefeito-advogado alega que o município não terá como pagar esses funcionários devido estarem ultrapassando o limite de gastos com pessoal permitido por Lei.

Pura conversa pra boi dormir, já que no período de 04 de fevereiro à 27 de abril de 2009, o próprio Sinval Salomão nomeou 28 novos funcionários aprovados no Concurso Público Municipal realizado em 10 de junho de 2007, na gestão do ex-prefeito, para preenchimento de vagas no quadro permanente da Prefeitura Municipal de Florânia.

As 28 nomeações feitas por Sinval Salomão foram publicadas no Diário Oficial do último dia 08, onde ele preenche cargos de professores, técnicos de enfermagem, agente de vigilância sanitária, asg’s, mensageiro, merendeiras e garís.

Além dessas novas nomeações, a população de Florânia espera que o prefeito Sinval Salomão se pronuncie para explicar a necessidade da grande quantidade de cargos comissionados e prestadores de serviços existentes na Prefeitura Municipal.

Inquérito que investiga irregularidades em Ten. Laurentino Cruz é enviado ao Ministério Público

O Ministério Público Estadual, através do Promotor de Justiça Dr. Alysson Michel de Azevedo Dantas, enviou ao Ministério Público Federal, ofício de Caicó, o Procedimento Inquérito Civil nº 06/2008-Comarca de Florânia, que investiga Irregularidades no Programa de Aquisição de Alimentos/Compra Direta Local da Agricultura Familiar, no município de Tenente Laurentino Cruz.

O Inquérito Civil investiga supostas irregularidades praticadas na aquisição de alimento da gestão do ex-prefeito do município, Joarimar Tavares de Medeiros. Além do ex-prefeito, o procedimento civil também investiga o atual prefeito de Tenente Laurentino, Airton Laurentino Júnior, principal vendedor de polpa de frutas para o programa Compra Direta na gestão passada.

Briga entre senadores foi motivo da queda de Agaciel Maia

agaciel-maia-guia-do-vereadorAgaciel Maia, ex-diretor-geral do Senado, se diz vítima da disputa interna entre senadores. De acordo com ele, o estresse no Senado é resultado de “uma crise política” iniciada no escândalo que envolveu o então presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), acusado de receber dinheiro de uma empreiteira para pagar pensão de uma filha fora do casamento, e culminada na vitória de José Sarney (PMDB-AP) contra Tião Viana (PT-AC), em fevereiro passado. Nas entrelinhas, ele deixa claro que todos os contratos acima de R$ 80 mil são de responsabilidade do primeiro-secretário e não do diretor-geral. Leia abaixo, os principais trechos da entrevista concedida ao Correio Brasiliense:

Depois que o ex-diretor João Carlos Zoghbi disse que não tinha nada contra o senhor, que ele teria se equivocado, o senhor acha que acabou a crise?

A crise do Senado é política. Nunca entendi esse aspecto administrativo, a não ser por uma falha de conduta pessoal, que é o caso do João Zoghbi e o fato de ele querer se desvencilhar de uma acusação atribuindo a outras pessoas, mas voltando atrás. Eu sempre estive tranquilo quanto a esse aspecto, porque eu tenho a convicção e a certeza de que eu nunca fiz nada errado. Eu não tenho medo de ser julgado por nenhum ato administrativo que tenha praticado no Senado durante esses 32 anos que eu fiquei aqui.

Como assim, uma crise política?

Na realidade, o Senado sempre teve uma harmonia no que diz respeito aos relacionamentos pessoais dos parlamentares e, por consequência, dos servidores. Havia discordância do ponto de vista de ideias e partidário, mas o Senado sempre manteve um clima de amizade entre os parlamentares. Depois houve aquele problema com o senador Renan Calheiros (acusado de receber dinheiro de empreiteira). Um grupo de parlamentares ficou favorável, outro ficou contra. Daí, se abriu uma ferida no Senado. Essa ferida vem criando uma série de problemas no que diz respeito à instituição. E ela se agravou com essa última eleição para presidente do Senado.

Essa em que Tião Viana foi candidato contra o presidente Sarney…

É, e eu paguei um preço por isso…

Como assim, “um preço”?

Eu vim para ser diretor em 1995 pelas mãos do presidente Sarney. E eu não tinha como ficar do outro lado. E me atribuíam uma importância que eu nunca tive na Casa. Minha importância sempre foi ser um funcionário dedicado. E achavam (o lado de Viana) que eu estava influenciando alguma coisa nessa disputa para presidente, o que não era verdade.

Em relação aos contratos terceirizados. Há uma nuvem de suspeita sobre esses contratos…

Há muita desinformação e oportunismo em tudo isso. Primeiro, que as pessoas precisam entender como é que funciona o Senado. Sempre que há uma demanda de outras áreas. O diretor-geral nunca demanda nada. As áreas é que demandam. Ou seja, se alguma área do Senado demanda uma solicitação, se for até R$ 80 mil, cabe ao diretor fazer. Se for acima disso, vai ao primeiro-secretário. Se a decisão de fazer for tomada pelo primeiro-secretário ou pelo diretor-geral, vai a uma comissão de licitação. A comissão de licitação do Senado é formada por 13 pessoas, com mandato de um ano, nomeada pelo presidente do Senado, e tem que ser servidor de carreira no mínimo há 5 anos e ter nível superior..

Sérgio Guerra rasga elogios a João Maia

A festa era pela filiação do deputado federal Rogério Marinho ao PSDB, mas o presidente do diretório nacional do partido, senador Sérgio Guerra acabou rasgando elogios, durante seu discurso, ao deputado federal João Maia (PR).

 A cada anúncio dos presentes no palanque principal, o presidente fazia algum tipo de referência. Quando chegou a vez do deputado seridoense, Sérgio Guerra disparou:

“João Maia é um hoje um dos grandes nomes da política do Brasil, e vem crescendo a cada dia na política do Rio Grande do Norte”. Depois da cerimônia, os dois voltaram a se encontrar na residência do deputado federal Rogério Marinho, durante jantar oferecido aos convidados

Senador José Agripino garante aliança com o PSDB no próximo ano

news_31570_big_20090508213131168c Senador José Agripino (DEM) estava entre as principais lideranças políticas presentes a solenidade de filiação do deputado federal Rogério Marinho ao PSDB. Durante o seu discurso, o líder do Democratas afirmou que uma coisa era certa: o DEM deve estar aliado ao PSDB também no cenário estadual.

“Em 2010, nós dois (se referindo a ele e a senadora RosalbaCiarlini) estaremos juntos com Rogério Marinho. Já os outros que estão neste palanque não posso garantir”, disse o senador confirmando a aproximação do DEM ao PSDB não só nas disputas presidenciais, com também nas próximas eleições ao Executivo Estadual, Câmara Federal e Senado.

José Agripino também confirmou que chegou a convidar o deputado para integrar o Democratas, logo que soube da sua saída do PSB. Mesmo assim, respeitava a decisão de Rogério Marinho em ir para o PSDB. “Tínhamos vontade de tê-lo conosco, mas sei que ele está em um bom lugar”, ressaltou o senador.

Fonte: Nominuto

Governador de Pernambuco dá chave de roda em Wilma de Faria e lança nome de Iberê

ibere-eduardocamposO governador de Pernambuco e Presidente Nacional do PSB, Eduardo Campos, deu uma chave de roda na governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria, PSD, ao defender abertamente o nome do Vice-governador, Iberê Ferreira de Sousa, PSB, como candidato natural do partido ao governo do Estado nas eleições de 2010.

Pouca gente duvida hoje no Rio Grande do Norte que o candidato de Wilma de Faria não seja Iberê Ferreira de Sousa.

Há quem comente que os também governadoráveis João Maia (deputado federal) e Robinson Faria (deputado estadual) peguem o beco o quanto antes.

A ces’t fini…

Ministério Público dá parecer pela continuidade do processo que pede a cassação da prefeita de Mossoró

fafa-ruthEm parecer de dezoito páginas, o vice-procurador geral Eleitoral, Francisco Xavier Pinheiro Filho, opinou pela cassação do mandato da prefeita Fafá Rosado (DEM), seguindo posição do Ministério Público da 34ª zona eleitoral e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Agora o parecer seguirá para o relator do processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Joaquim Barbosa.

O pedido de cassação de mandato foi feito pela coligação “Mossoró pra Você” depois que a prefeita participou de evento no então Centro de Educação Federal Tecnológica (CEFET) – atual Instituto Federal de Educação Tecnológica (IFET) – em 23 de julho do ano passado.

No documento, o vice-procurador afirma que houve infração ao artigo 77 da lei eleitoral, que proíbe participação de candidatos em eventos caracterizados como inaugurações e pede a cassação do diploma da prefeita Fafá Rosado e da vice-prefeita Ruth Ciarlini (DEM).

Os advogados da coligação “Força do Povo”, que apoiou a candidatura de Fafá Rosado, informam que o parecer negativo à prefeita já era esperado.

O advogado Paulo de Tarso Fernandes diz que o documento se trata apenas de uma opinião do Ministério Público Federal. “É a mesma (opinião) do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Não há novidade alguma”, disse Fernandes.

O processo agora seguirá para o relator, ministro Joaquim Barbosa, que está de licença.

O advogado Paulo de Tarso afirmou que não sabe se o TSE vai colocar a peça judicial eleitoral em votação de imediato ou se vai esperar o retorno de Joaquim Barbosa. “Isso eu ainda não sei, se o TSE vai esperar por Joaquim Barbosa ou vai entregar o processo para a suplente dele, a ministra Carmem Lúcia”, assinala Paulo de Tarso.

Fonte: Jornal Tribuna do Norte, edição de hoje.

Foto: Fafá e Ruth

João Maia chama a atenção da classe política. Teve até especulação de nova chapa

festa-rogerio-gari-ja-rosa-rodrigorafael

Chamou a atenção da classe política do Rio Grande do Norte a presença do deputado federal, João Maia, Presidente Estadual do Partido da República, na solenidade de filiação do deputado federal, Rogério Marinho, nos quadros do PSDB.

Pois, o PSDB não faz parte da base aliada da governadora do Rio Grande do Norte, Wilma de Faria, PSB.

João Maia estava colado mais uma vez com os senadores José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini, ambos do DEM, e Garibaldi Alves Filho, PMDB.

Ao que parece já estão juntos mesmo. Comentou-se até numa chapa:

João Maia – Governador
Carlos Augusto Rosado (marido de Rosalba) – Vice-governador
José Agripino – senador
Garibaldi Alves Filho – senador.

Vai dá jogo?

Exposição Agropecuária de Caicó será neste mês de Maio

No calendário oficial do Circuito Estadual de Eventos Agropecuários do Rio Grande do Norte está prevista para este mês de maio, em Caicó, a realização da Exposição Agropecuária.

Será no Parque de Exposições Monsenhor Walfredo Gurgel de 22 a 24 de maio. A promoção é da secretaria de agricultura do Rio Grande do Norte, cujo titular é o engenheiro agrônomo Francisco das Chagas Azevedo, em parceria com o Governo do Estado e apoio de várias instituições.

Uma ótima oportunidade para a compra e venda de animais bem como implementos agrícolas.

João Maia (PR): PSDB fez um gol de placa ao trazer Rogério Marinho

joao-com-rogerio-marinho Deputado federal João Maia (PR) prestigiou na noite de sexta-feira (08) a cerimônia de filiação do deputado Rogério Marinho ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

 O evento aconteceu no La Mouette Recepções , em Candelária, e reuniu grandes nomes do cenário político potiguar, como os senadores José Agripino, Garibaldi Filho e Rosalba Ciarlini (DEM), além dos deputados Betinho Rosado, Sandra Rosado, dentre outras autoridades.

 Em seu discurso, João Maia aproveitou para desejar sucesso ao seu colega de bancada, Rogério Marinho, em seu novo partido e externou a admiração que tem pela vida partidária e política do parlamentar. “Rogério é um político organizador, agregador, ele é trabalhador e se dedica ao que é mais importante no Brasil, que é a educação.

O PSDB está de parabéns, porque Rogério Marinho reúne aqui os três senadores que representam o Rio Grande do Norte, o líder do PMDB, dos Democratas, do PR. Todos nós viemos saudar esse verdadeiro gol de placa que o PSDB fez ao trazer Rogério Marinho para os seus quadros”, disse João Maia.

Foto: João, Rosalba e Garibaldi juntos na filiação de Rogério Marinho. Sei não…

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias

Cada coisa no seu lugar

O presidente eleito dos Estados Unidos da América (EUA) Donaldo Trump renunciou ao salário de presidente. Certo? Certo! O que isso representa para Trump? Nada!

Leia Mais